Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

União Europeia elabora novo plano de ajuda à Ucrânia em vez do anterior, bloqueado pela Alemanha

© AFP 2022 / Sergei SupinskyBandeiras da Ucrânia e da União Europeia na Praça Europeia em Kiev, 24 de junho de 2022
Bandeiras da Ucrânia e da União Europeia na Praça Europeia em Kiev, 24 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 06.08.2022
Nos siga noTelegram
A Comissão Europeia elaborou um novo projeto de ajuda financeira à Ucrânia no valor de oito bilhões de euros (R$ 43 bilhões), apresentado em forma de subsídios e empréstimos, comunica a edição europeia Politico, referindo-se a dois funcionários da UE.
O novo projeto foi elaborado depois que a Alemanha se recusou a conceder à Ucrânia empréstimos no valor de até nove bilhões de euro (R$ 48 bilhões).

"Berlim defendia que é melhor oferecer subsídios a Kiev, que já está atolada em dívidas", diz a publicação.

Segundo o novo esquema, a União Europeia deve alocar até cinco bilhões de euros (R$ 27 bilhões) na forma de empréstimos de longo prazo sob garantias fornecidas pelos países da UE, de acordo com a sua contribuição para o orçamento comunitário. Conforme os funcionários, o resto da soma, por volta de três bilhões de euros (R$ 16 bilhões), será fornecida na forma de subsídios.
Vladimir Zelensky, presidente ucraniano, vai a reunião com Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes dos EUA (fora da foto), em Kiev, Ucrânia, 1º de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 04.08.2022
Panorama internacional
Zelensky acusa UE de atrasar artificialmente mais de US$ 8 bilhões em apoio financeiro à Ucrânia
Em maio, a Comissão Europeia sugeriu conceder à Ucrânia apoio financeiro no valor de até nove bilhões de euros. O empréstimo de um bilhão de euros (R$ 5 bilhões) foi proposto pela Comissão Europeia e aprovado pelo Parlamento Europeu e Conselho da UE, enquanto a primeira parte da ajuda foi enviada a Kiev em 1º de agosto. Para transferir este dinheiro, a Comissão Europeia não precisava de garantias adicionais dos países, podia fazê-lo no âmbito do plano financeiro plurianual da UE em vigor, na base do qual se elaboram os orçamentos anuais do bloco.
O resto da soma, no valor de até oito bilhões de euros, da ajuda financeira anunciada em maio ainda não foi oficialmente proposto pela Comissão Europeia. Nesta semana, o presidente ucraniano Vladimir Zelensky acusou a União Europeia de estar artificialmente adiando a alocação de ajuda financeira à Ucrânia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала