Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Taiwan diz que China está realizando exercícios de simulação de ataque à ilha

© AP Photo / Ng Han GuanNavios se deslocam pelo estreito de Taiwan em 5 de agosto de 2022
Navios se deslocam pelo estreito de Taiwan em 5 de agosto de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 06.08.2022
Nos siga noTelegram
Após a visita a Taiwan de Nancy Pelosi, alta responsável dos EUA, Taipé está relatando uma maior atividade militar da China em torno do território autogovernado.
A China está conduzindo exercícios militares de treinamento para a tomada de Taiwan, anunciou no sábado (6) Taipé, citada pela agência norte-americana Bloomberg.
Foram detectadas múltiplas embarcações do ELP [Exército de Libertação Popular da China] ao redor do estreito de Taiwan, algumas cruzaram a linha mediana. Possível ataque simulado contra o HVA. As Forças Armadas da República da China [nome oficial de Taiwan] usaram comunicações de alerta, aeronaves em CAP [patrulha de combate aéreo, em inglês], patrulhamento de embarcações navais e sistemas de mísseis terrestres em resposta a esta situação.
O governo taiwanês disse que navios de guerra chineses atravessaram a linha mediana do estreito "em uma contínua demonstração de força".
Além disso, a China enviou aviões militares e disparou mísseis balísticos. A Administração de Segurança Marítima da cidade chinesa oriental de Lianyugang comunicou que os militares chineses conduzirão exercícios de fogo real no sul do mar Amarelo, entre este sábado (6) e 15 de agosto, escreve a Bloomberg. Os EUA criticaram o que disseram ter sido uma reação excessiva de Pequim.
Em resposta, informou o Ministério da Defesa de Taiwan, as forças da ilha autogovernada enviaram patrulhas aéreas e navios, implantaram sistemas de mísseis terrestres e emitiram avisos por rádio. Seu Exército ainda advertiu os aviões que sobrevoavam as águas ao redor de suas ilhas externas no final da sexta-feira (5).
Na sexta-feira (5) a China suspendeu a cooperação com os EUA em várias áreas militares e civis, depois que Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes americana, visitou Taiwan, apesar das advertências de Pequim. Pequim também impôs sanções contra ela e sua família próxima devido à sua "notória provocação", e restrições comerciais a Taiwan.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала