Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Blinken diz que suspensão de cooperação feita pela China 'não pune os EUA, mas sim o mundo'

© AP Photo / Al DragoO secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, testemunha durante audiência do Comitê de Relações Exteriores do Senado no Capitólio, em Washington, DC, 26 de abril de 2022
O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, testemunha durante audiência do Comitê de Relações Exteriores do Senado no Capitólio, em Washington, DC, 26 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 06.08.2022
Nos siga noTelegram
Autoridade estadunidense acredita que medida tomada por Pequim ontem (5) afetará todo o mundo, principalmente os países em desenvolvimento. Ao mesmo tempo, destacou que Washington manterá o canal de comunicação com os chineses aberto.
Neste sábado (6), o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, acusou a China de "medidas irresponsáveis" ao interromper os principais canais de comunicação com Washington.
Na visão do país norte-americano, as decisões de Pequim tomadas ontem (5) de interromper processos bilaterais em oito áreas-chave, incluindo defesa, narcóticos, crime transnacional e mudança climática, são medidas que puniriam o mundo, não apenas os Estados Unidos, relata a Reuters.
"Suspender a cooperação climática não pune os Estados Unidos, pune o mundo, particularmente o mundo em desenvolvimento. Não devemos manter a cooperação refém em assuntos de interesse global por causa das diferenças entre nossos dois países. [...] Isso inclui vários canais militares para militares, que são vitais para evitar falhas de comunicação e evitar crises", afirmou Blinken na capital filipina Manila.
A autoridade estadunidense ainda declarou que transmitiu ao ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, em uma reunião regional no Camboja, que os Estados Unidos estavam determinados a manter os canais de comunicação funcionando para evitar erros de cálculo.
"Deixe-me ser claro, os Estados Unidos não acreditam que seja do interesse de Taiwan, da região ou de nossa própria segurança nacional escalar a situação. Manteremos nossos canais de comunicação com a China abertos, com a intenção de evitar uma escalada devido a mal-entendidos ou falta de comunicação", declarou.
Navios se deslocam pelo estreito de Taiwan em 5 de agosto de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 06.08.2022
Panorama internacional
Taiwan diz que China está realizando exercícios de simulação de ataque à ilha
Para diplomacia norte-americana "manter o diálogo é indiscutivelmente ainda mais importante quando estamos em um período de tensões elevadas [...]. Procuramos diminuir essas tensões. E achamos que o diálogo é um elemento muito importante disso", complementou Blinken.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала