Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Presidente sérvio Vucic relata ligação entre crise na Ucrânia e adversários da Sérvia

© AP Photo / Darko VojinovicO presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, gesticula durante coletiva de imprensa em Belgrado, 6 de maio de 2022
O presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, gesticula durante coletiva de imprensa em Belgrado, 6 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 05.08.2022
Nos siga noTelegram
A situação na Ucrânia ocasionou a união de muitos adversários da Sérvia, que querem se aproveitar da crise para usá-la contra os sérvios, afirmou o presidente do país balcânico, Aleksandar Vucic, no 27 º aniversário da operação militar-policial croata Tempestade.
As autoridades sérvias, os sérvios da Bósnia e Herzegovina e a igreja ortodoxa sérvia organizaram homenagem na praça principal da cidade de Novi Sad, no norte da Sérvia, através da qual colunas de refugiados fugiram da Croácia à Sérvia. Como resultado da operação croata Tempestade, de acordo com as autoridades sérvias, morreram por volta de dois mil sérvios, enquanto mais de 200 mil foram expulsos da Croácia.
Milhares de cidadãos com os membros do governo sérvio, representantes das autoridades da República Sérvia (entidade política da Bósnia e Herzegovina) e da igreja ortodoxa se reuniram para testemunhar a cerimônia de homenagem ao funeral ortodoxo das vítimas da operação, realizada pelo patriarca sérvio Porfírio. O presidente sérvio Aleksandar Vucic e um membro da presidência da Bósnia e Herzegovina, Milorad Dodik, também participaram da cerimônia.

"A situação na Ucrânia ocasionou a união de muitos indivíduos contra a Sérvia, para erradicar o povo sérvio. Talvez tenham encontrado um momento oportuno, talvez tenham decidido que é a hora de fazer o que Budak e Tudman prometeram", defendeu Vucic, referindo-se a Mile Budak, o principal ideólogo do movimento fascista croata, e Franjo Tudman, o primeiro presidente croata após a independência do país.

Militares sérvios e blindados pesados perto do povoado Rashka e do posto de controle Yarine, na fronteira administrativa entre a Sérvia central e o norte do Kosovo, 27 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 01.08.2022
Panorama internacional
'O jogo foi demasiado longe': quem está detrás do conflito no Kosovo?
"Estavam errados em um ponto. Jamais seremos aquela Sérvia, a Sérvia da derrota, que vai ter medo deles, que não vai resistir. Estão muito enganados, nós vamos defender a Sérvia, respondendo com a paz, tolerância e determinação a histeria, mentira e ameaças", salientou o líder sérvio.
Muitos sobreviventes da operação, que se converteram em refugiados, agora vivem no norte da Sérvia, em Backa, região da província autônoma da Voivodina. Na quinta-feira (4), liturgias e serviços memoriais às vítimas foram realizadas em todas as igrejas de Backa e em várias outras dioceses.
Enquanto na Sérvia os respectivos eventos têm um caráter anual comemorativo e são dedicados ao luto, na Croácia 5 de agosto foi proclamado um dos principais feriados nacionais. Hoje, sexta-feira (5), na cidade de Knin, a 200 quilômetros de Zagreb, capital croata, vai ser conduzida cerimônia do Dia da Vitória e da Gratidão Nacional e do Dia dos Defensores Croatas.
A operação Tempestade foi realizada de 4 a 7 de agosto de 1995 pelo Exército e Polícia croatas, a fim de eliminar a república autoproclamada sérvia de Krajina, que era uma entidade territorial dos sérvios, formada em 1991 no território croata sob o apoio de Belgrado. A operação militar-policial resultou na vitória das forças croatas, que recuperaram o controle sobre a quinta parte do território nacional, perdido no início dos anos 90. Belgrado chama a Tempestade da maior limpeza étnica desde a Segunda Guerra Mundial.
Primeiro-ministro sérvio, Aleksandar Vucic, discursa durante coletiva de imprensa em Belgrado, Sérvia, em 27 de abril de 2017 - Sputnik Brasil, 1920, 25.07.2022
Panorama internacional
Presidente sérvio Vucic: parte da União Europeia está em guerra com a Rússia
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала