Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

China critica Alemanha após comentários sobre Taiwan: 'Não dance ao ritmo imposto pelos EUA'

© AP Photo / Ng Han GuanPorta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China Hua Chunying
Porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China Hua Chunying - Sputnik Brasil, 1920, 03.08.2022
Nos siga noTelegram
A China instou a Alemanha a ter uma compreensão objetiva e precisa da questão de Taiwan, devendo cumprir o princípio de uma só China com ações concretas, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China Hua Chunying.
Os representantes da diplomacia chinesa fizeram duras críticas ao posicionamento do governo da Alemanha após comentários sobre a visita de Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos EUA, a Taipé.
"O lado alemão deve respeitar o compromisso com o princípio de uma China e ser cauteloso com as palavras sobre a questão de Taiwan", disse Hua, comentando uma declaração recente da ministra alemã das Relações Exteriores, Annalena Baerbock.
A Alemanha, segundo Baerbock, prometeu apoiar Taiwan no caso de um ataque chinês.
Hua disse que as observações da ministra sobre a situação do estreito de Taiwan e as alegações de "violação do direito internacional" carecem de "senso comum" e também são "incompatíveis com os fatos".
A ministra das Relações Exteriores da Alemanha, Annalena Baerbock, fala durante entrevista coletiva com o secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), Jens Stoltenberg, que participava virtualmente de uma reunião da aliança, em Berlim, Alemanha, 15 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 02.08.2022
Panorama internacional
Alemanha promete ajudar Taiwan se China atacar
"Os fatos históricos e legais provam que a ilha de Taiwan faz parte da China e que ambos os lados do estreito de Taiwan pertencem a uma mesma China e nunca serão alterados por ninguém ou por qualquer força", observou Hua.

"Esperamos que o lado alemão possa entender objetiva e fielmente a questão de Taiwan e que não dance ao ritmo imposto pelos Estados Unidos", disse a diplomata chinesa. Ela também pediu cautela com "palavras e ações relacionadas a Taiwan".

Os laços entre a China e a ilha de Taiwan foram cortados em 1949, depois que as forças do partido nacionalista Kuomintang, liderado por Chiang Kai-shek, sofreram uma derrota na guerra civil contra o Partido Comunista da China.
As relações entre Taiwan e a China só foram restauradas no fim da década de 1980, apenas nos níveis empresarial e informal.
A política fundamental do governo chinês em relação a Taiwan é a reunificação pacífica sob o princípio "Um país, dois sistemas".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала