- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Caso tesoureiro do PT: perícia diz que registros de acesso às imagens do crime foram apagados

© Folhapress / FotoarenaMarcelo Arruda comemorava o aniversário de 50 anos quando foi morto por policial bolsonarista
Marcelo Arruda comemorava o aniversário de 50 anos quando foi morto por policial bolsonarista - Sputnik Brasil, 1920, 03.08.2022
Nos siga noTelegram
Segundo laudo de peritos da Polícia Civil, a extinção dos registros foi feita de maneira remota, dois dias após o crime.
Imagens das câmeras de segurança que gravaram o local onde ocorreu o assassinato do tesoureiro do PT Marcelo Arruda, em Foz do Iguaçu (PR), foram apagadas dois dias após o crime.
A informação foi dada na terça-feira (2), em um laudo assinado por peritos da Polícia Civil responsáveis pela análise dos equipamentos. Segundo o laudo, a extinção do registro foi feita de maneira remota.
"Ao analisar as configurações do equipamento identificou-se que o serviço de acesso remoto P2P estava ativado e que às 08h57min02seg do dia 11/07/2022 ocorreu um evento de 'Limpar' que apagou todos os registros de eventos do aparelho anteriores a esta data. Logo, pela análise dos logs presentes não foi possível afirmar se houve acesso às imagens na data de 09/07/2022", diz o documento.
Anielle Franco, irmã de Marielle Franco, discursa durante ato de lançamento da pré-candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República, no Rio de Janeiro, em 7 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 11.07.2022
Notícias do Brasil
Eleições: 'Há tendência de ações violentas' além das expressas nas redes, alerta professor
Apesar disso, os peritos concluem no laudo que "não foram encontrados indícios de adulteração" nas gravações.
Marcelo Arruda foi morto a tiros pelo policial penal bolsonarista Jorge Guaranho, na noite do dia 9 de julho, quando comemorava o aniversário de 50 anos, no clube Associação Esportiva Segurança Física Itaipu (Aresf), em uma festa temática do PT.
Uma semana após o crime, o responsável pelas câmeras de segurança do clube, Claudinei Coco Esquarcini, foi encontrado morto. Segundo a polícia, a causa da morte foi suicídio. Esquarcini é apontado como responsável por ter repassado as imagens da festa temática a Guaranho, que é bolsonarista, ex-diretor da Aresf e conhecia Esquarcini.
O assassinato de Marcelo Arruda levantou debate sobre violência política no Brasil. Guaranho foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná por homicídio duplamente qualificado.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала