Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

'China tomará medidas': Pequim adverte sobre possível visita de Pelosi a Taiwan, diz enviado na ONU

© AFP 2022 / Sam YehSoldados em exercícios militares da Marinha de Taiwan no condado de Yilan
Soldados em exercícios militares da Marinha de Taiwan no condado de Yilan - Sputnik Brasil, 1920, 02.08.2022
Nos siga noTelegram
Uma possível visita da presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, à ilha autogovernada de Taiwan prejudicaria as relações entre a China e os EUA, disse o embaixador de Pequim na ONU, Zhang Jun.
"Tal visita é evidentemente perigosa e provocativa", disse Zhang Jun durante uma reunião na segunda-feira (1ª).
Vários relatos da mídia têm informado que Pelosi, que é a terceira na linha da presidência dos EUA, após presidente e vice-presidente norte-americanos, poderia aterrissar em Taiwan na terça-feira (2) tornando-se a funcionária de mais alto cargo do governo dos EUA a visitar a ilha desde 1997.
Entre outras coisas este ato "enviaria um sinal errado aos elementos separatistas" em Taiwan, violaria a soberania e a integridade territorial da China, ameaçaria a paz e a estabilidade na região e "minaria as relações entre a China e os EUA", acrescentou o diplomata chinês.

"A China está totalmente preparada para responder. Se os EUA insistirem em fazer a visita, a China tomará medidas firmes e fortes para salvaguardar sua soberania e integridade territorial, e os EUA terão que lidar com todas as graves consequências que daí advirem", alertou o enviado da China na ONU.

Na segunda-feira (1º), o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, afirmou que os militares de Pequim nunca "ficariam de braços cruzados" se Pelosi visitasse Taiwan.
A presidente da Câmara dos EUA, deputada Nancy Pelosi (Partido Democrata da Califórnia) fala durante evento de imprensa sobre direitos reprodutivos em frente ao Capitólio dos EUA, Washington, DC, 15 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 20.07.2022
Panorama internacional
Pelosi pode desencadear crise 'mais séria' no estreito de Taiwan arriscando laços China-EUA
A China ainda vê as visitas de autoridades americanas a Taiwan como um sinal encorajador para o campo pró-independência na ilha. A Casa Branca tentou minimizar o encontro e reforçou que não tem laços diplomáticos oficiais com Taipé.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала