Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

China lança 'operações militares direcionadas' após visita de Pelosi e convoca embaixador dos EUA

© AFP 2022 / Mídia AssociadaMinistro da Defesa chinês, Wei Fenghe, durante sua reunião em 27 de abril de 2022, Teerã, Irã
Ministro da Defesa chinês, Wei Fenghe, durante sua reunião em 27 de abril de 2022, Teerã, Irã - Sputnik Brasil, 1920, 02.08.2022
Nos siga noTelegram
Pequim informa que Exército começará exercícios militares em torno da ilha, ao mesmo tempo que chancelaria chinesa convoca embaixador dos EUA e pede a Washington para parar de jogar a "carta de Taiwan" ao usar a ilha parar conter a China.
Na noite desta terça-feira (2), após a visita de Nancy Pelosi a Taiwan, o Ministério da Defesa da China emitiu um comunicado dizendo que os militares chineses foram colocados em alerta máximo e lançarão "operações militares direcionadas" em resposta à visita da presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, segundo a Reuters.
Separadamente, o Comando do Teatro Oriental do Exército de Libertação Popular da China (ELP) disse que realizará operações militares conjuntas perto de Taiwan a partir da noite de hoje (2).
Os exercícios incluirão treinamentos aéreos e marítimos conjuntos no norte, sudoeste e sudeste da ilha, disparos reais de longo alcance no estreito de Taiwan e lançamentos de teste de mísseis no mar a leste da ilha, disse o ELP.
Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, em coletiva - Sputnik Brasil, 1920, 02.08.2022
Panorama internacional
Provocação perigosa de Pelosi deixa o mundo mais perto do precipício, diz editor do China Daily
Segundo a mídia, a pasta da Defesa chinesa não forneceu detalhes sobre o que as operações militares visadas incluiriam ou se eram separadas dos exercícios anunciados pelo Comando do Teatro Oriental.
Ao mesmo tempo, o governo chinês convocou com urgência o embaixador dos EUA na China, Nicholas Burns, na noite de hoje (2) e apresentou fortes protestos contra a visita de Pelosi a Taiwan, segundo a agência Xinhua.
O vice-ministro das Relações Exteriores da China, Xie Feng, observou que Pelosi corre o risco de ser condenada universalmente por provocar e brincar deliberadamente com fogo e que sua ida à ilha é uma grave violação do princípio de Uma Só China defendido por Pequim.
"A medida é extremamente notória por natureza e as consequências são extremamente sérias. A China não ficará de braços cruzados", disse Xie citado pela mídia.
O vice-ministro também acrescentou que Washington deve parar de jogar a "carta de Taiwan" ao usar a ilha parar conter a China, ao mesmo tempo que deve parar de interferir nos assuntos internos chineses.
© Reprodução/Twitter/Nancy PelosiNancy Pelosi posa para foto oficial ao lado de sua delegação e de autoridades de Taiwan após aterrissagem em Taipé
Nancy Pelosi posa para foto oficial ao lado de sua delegação e de autoridades de Taiwan após aterrissagem em Taipé - Sputnik Brasil, 1920, 02.08.2022
Nancy Pelosi posa para foto oficial ao lado de sua delegação e de autoridades de Taiwan após aterrissagem em Taipé
Xie complementou afirmando que o governo dos EUA deve ser responsabilizado, a partir do momento que "disseram uma coisa e fizeram outra, distorcendo e esvaziando constantemente o princípio de Uma Só China".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала