Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Alegando risco de vida a seus operadores, Espanha não vai enviar tanques para Ucrânia

© AP Photo / Mindaugas KulbisSoldados da OTAN no tanque alemão Leopard 2 durante exercício da aliança na Lituânia
Soldados da OTAN no tanque alemão Leopard 2 durante exercício da aliança na Lituânia - Sputnik Brasil, 1920, 02.08.2022
Nos siga noTelegram
Os tanques estão "em um estado absolutamente deplorável", disse o ministro da Defesa espanhol.
A Espanha não pode enviar seus tanques Leopard 2A4 para a Ucrânia porque eles não são usados há anos e podem ser perigosos para seus operadores, disse a ministra da Defesa espanhola, Margarita Robles, a repórteres nesta terça-feira (2).
Robles havia dito, ainda em junho, que a possibilidade de enviar os tanques "estava na mesa" depois que o jornal espanhol El País informou que autoridades espanholas estavam considerando enviar cerca de 40 tanques Leopard, produzidos na Alemanha, alojados em uma instalação em Zaragoza.

"Estamos hoje analisando todas as possibilidades, mas já posso dizer que os Leopards em Zaragoza, que não são usados há muitos anos, não podem ser enviados porque estão em um estado absolutamente deplorável", disse Robles nesta terça-feira em uma base aérea em Torrejon de Ardoz, Madrid.

"Não podemos entregá-los porque seriam um risco para as pessoas" que os operam, disse ela.
Joe Biden, presidente dos EUA, recebe notícia de que o projeto de lei CHIPS plus passou a Câmara dos Representantes no Prédio do Escritório Executivo de Eisenhower, perto da Casa Branca, Washington, EUA, 28 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 02.08.2022
Panorama internacional
EUA anunciam US$ 550 milhões em assistência militar à Ucrânia
O relatório de junho do El País observou que o primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez ofereceu os tanques ao presidente ucraniano Vladimir Zelensky durante uma visita a Kiev. Esse plano foi arquivado, no entanto, devido a complicações técnicas e ao fato de também exigir a aprovação do parlamento alemão.
A Espanha tem sido um patrocinador militar de Kiev desde que a operação militar especial da Rússia começou no final de fevereiro. Conforme observado durante a visita de Sanchez a Kiev em abril, a Espanha apoiou a Ucrânia diplomaticamente, votou a favor das sanções da UE a Moscou e enviou sua maior remessa de ajuda militar para Kiev.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала