Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Rússia rejeita alegações de que usa usina nuclear de Zaporozhie como base militar

© Sputnik / SputnikO segundo reator da usina nuclear de Zaporozhie em meio à operação militar especial russa na Ucrânia, em Energodar, região de Zaporozhie, 5 de abril de 2022
O segundo reator da usina nuclear de Zaporozhie em meio à operação militar especial russa na Ucrânia, em Energodar, região de Zaporozhie, 5 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 01.08.2022
Nos siga noTelegram
Acusações foram feitas pelo secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, nesta segunda-feira (1º).
A Rússia rejeitou completamente as acusações do secretário de Estado americano, Antony Blinken, de que Moscou estaria usando a usina nuclear de Zaporozhie como base militar.
A acusação de Blinken foi feita durante a Décima Conferência de Revisão do Tratado sobre a Não Proliferação de Armas Nucleares, iniciada nesta segunda-feira (1º), em Nova York.
"A Rússia está usando essa usina como base militar para disparar contra os ucranianos, sabendo que [os ucranianos] não podem e não vão devolver o fogo, porque podem atingir um reator nuclear ou resíduos altamente radioativos armazenados", disse Blinken, em seu discurso na conferência.
Usina nuclear de Zaporozhie, sob controle de militares russos, na Ucrânia, em 8 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 27.07.2022
Panorama internacional
Kiev atacou usina nuclear para causar desastre, diz Ministério das Relações Exteriores russo
Em comunicado, a delegação russa negou veementemente as acusações do secretário de Estado americano.
"Rejeitamos completamente tais acusações. Temos afirmado repetidamente que as ações de nossas Forças Armadas em nada prejudicam a segurança nuclear na Ucrânia e não interferem no funcionamento normal da estação", disse o comunicado.
A usina nuclear de Zaporozhie é a maior central nuclear da Europa, com capacidade de quase 6 mil megawatts e energia suficiente para abastecer 4 milhões de residências. Ela fica às margens do rio Dniepre. Militares russos guardam a região desde março, em meio à operação militar especial na Ucrânia.
O Ministério das Relações Exteriores russo afirma que a presença de forças russas no local tem como objetivo proteger a usina e prevenir o vazamento de material nuclear radioativo. O órgão destaca ainda que a usina atualmente é controlada por um operador ucraniano.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала