Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Ex-representante especial dos EUA nas negociações entre Belgrado e Pristina critica líder kosovar

© AFP 2022 / Armend Nimani Líder da república autoproclamada do Kosovo, Albin Kurti, durante uma coletiva de imprensa com o chanceler alemão, Pristina, 10 de junho de 2022
Líder da república autoproclamada do Kosovo, Albin Kurti, durante uma coletiva de imprensa com o chanceler alemão, Pristina, 10 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 01.08.2022
Nos siga noTelegram
O ex-representante especial dos Estados Unidos nas negociações de paz entre Belgrado e Pristina, Richard A. Grenell, afirmou que na república autoproclamada do Kosovo muitos desaprovam as políticas do premiê Albin Kurti.

"Tenho muitos amigos no Kosovo que estão muito zangados com Kurti", escreveu Grenell na sua conta no Twitter.

Grenell, que durante o governo Trump serviu como embaixador dos EUA na Alemanha, acrescentou que tinha falado com um seu amigo do Kosovo. Este comunicou que não testemunhou uma situação como esta "ao longo dos últimos 15 anos".

"Kurti provoca esses conflitos com a sua decisão unilateral de anular carteiras de identidade e placas de matrícula sérvias", concluiu Grenell. "O povo merece um líder que procure criar empregos em vez de semear guerra. O Kosovo merece mais."

O presidente sérvio, Aleksandar Vucic, em uma coletiva de imprensa após uma reunião em Belgrado com o chanceler russo, Sergei Lavrov, 10 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 31.07.2022
Panorama internacional
'Reação correta': Vucic agradece apoio russo e diz que Belgrado busca reduzir tensões no Kosovo
Ao mesmo tempo, o ex-representante especial norte-americano no diálogo entre a Sérvia e o Kosovo criticou as políticas do presidente incumbente dos EUA, Joe Biden, que, segundo Grenell, "ignora os Bálcãs".
Na noite de domingo (31) a situação no Kosovo se agravou de súbito depois de a polícia da república autoproclamada ter fechado o posto na fronteira administrativa com a Sérvia. Na sua mensagem à nação, o presidente sérvio Aleksandar Vucic afirmou que as forças policiais do Kosovo iniciariam em 1º de agosto uma operação no norte da região, bloqueando a entrada a cidadãos possuindo carteiras de identidade emitidas pela Sérvia.
Também deverá se iniciar uma campanha para alteração do registro dos carros para placas da República do Kosovo. Vucic apelou para as autoridades kosovar-albanesas respeitarem a paz, avisando que, em caso do desencadeamento de ações agressivas contra os sérvios no Kosovo, "é a Sérvia que vai vencer".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала