Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

EUA e Reino Unido têm seus próprios problemas e não devem se preocupar com Ucrânia, diz escritora

© Sputnik / Serviço de imprensa do Ministério da Defesa da RússiaMilitares russos em localidade libertada de forças nacionalistas ucranianas na região de Kherson
Militares russos em localidade libertada de forças nacionalistas ucranianas na região de Kherson - Sputnik Brasil, 1920, 01.08.2022
Nos siga noTelegram
A colunista e escritora conservadora dos EUA Ann Coulter disse que os EUA e o Reino Unido “têm [seus] próprios problemas” e não devem se preocupar com a Ucrânia, que segundo ela tem historicamente estado sob influência da Rússia. Ela também culpou a expansão da OTAN pelo atual conflito.
Em entrevista ao apresentador britânico Piers Morgan na passada quinta-feira (28), Coulter declarou que "sobre a questão da OTAN estou com Noam Chomsky, Pat Buchannan, George Kennan, uma vez que a União Soviética colapsou não há nenhum sentido para a OTAN, e nós continuamos interferindo, interferindo, interferindo", disse ela referindo-se à expansão da Aliança na Europa de Leste desde a queda da URSS, algo que os líderes do bloco asseguraram à Rússia que não fariam.
"[...] a Ucrânia foi historicamente parte do império russo de influência", observou Coulter. "Não estou defendendo Putin, mas por que os americanos deveriam se preocupar com isso? Temos nossos próprios problemas. Por que os britânicos deveriam se importar com isso?"
Alegando que o apoio à Ucrânia no final significa mais dinheiro para as empreiteiras de defesa dos EUA, ela apelou ao Partido Republicano para fazer algo sobre a inflação, imigração, crime e racismo nas escolas.
Ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, durante coletiva de imprensa após reunião com seu homólogo etíope, Demeke Mekonnen, em Adis Abeba, Etiópia, 27 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 29.07.2022
Panorama internacional
Lavrov diz a secretário dos EUA que entregas de armas do Ocidente à Ucrânia só prolongam conflito
Em meados de julho o ex-presidente da Rússia e vice-presidente do Conselho de Segurança Dmitry Medvedev disse que Moscou não vê a Ucrânia como inimiga, mas a política de Kiev representa uma ameaça à Rússia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала