Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Se Ucrânia atacou centro de detenção em Elenovka, 'eles não queriam fazer isso', dizem EUA

© Sputnik / SPUTNIK / Abrir o banco de imagensConsequências de ataque ucraniano a centro de detenção de prisioneiros de guerra ucranianos em Elenovka, na República Popular de Donetsk (RPD), em 29 de julho de 2022
Consequências de ataque ucraniano a centro de detenção de prisioneiros de guerra ucranianos em Elenovka, na República Popular de Donetsk (RPD), em 29 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 30.07.2022
Nos siga noTelegram
Mesmo que as forças ucranianas estejam por trás do ataque ao centro de detenção de Elenovka que abrigava prisioneiros de guerra ucranianos em Donbass, "eles não tinham intenção de o fazer", disse na sexta-feira (29) um representante sênior do Departamento de Defesa dos EUA.
"Se isso foi o caso de um ataque ucraniano, eu vos asseguro que, primeiro – eles não queriam fazer isso. Eles certamente se preocupam com seu próprio pessoal, e eles se preocupam com os civis e militares de seu próprio Exército", disse o representante dos EUA em uma coletiva de imprensa.
A autoridade americana disse que, embora o Exército russo tenha mostrado algumas peças de munição para sistemas de lançamento múltiplo de foguetes HIMARS fornecidos pelos EUA que, de acordo com Moscou, foram usados para bombardear a instalação de detenção, isso não significa necessariamente que a Ucrânia é a culpada, já que as forças russas têm algumas delas.
Mais cedo na sexta-feira (29), um correspondente da Sputnik informou que o centro de detenção de Elenovka, que abriga prisioneiros de guerra ucranianos, foi atingido pelas tropas ucranianas com HIMARS.
O correspondente relatou que alguns dos destroços continham números de série de projéteis HIMARS.
O secretário-geral da ONU, António Guterres, discursa durante a Assembleia Geral da organização, em Nova York, 23 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 29.07.2022
Panorama internacional
ONU se diz preocupada após ataque com sistemas Himars a prisão militar em Donetsk
Os membros da Defesa Territorial da República Popular de Donetsk disseram na sexta-feira que o número de mortos na sequência do ataque ao centro de detenção em Elenovka foi de 53 pessoas e o número de feridos ultrapassou 130.
De acordo com a Defesa Territorial da RPD, "Kiev elimina deliberadamente os combatentes ucranianos que se renderam a fim de encobrir crimes de guerra perpetrados contra civis em Donbass e, assim, forçar os outros a continuar lutando em vez de se renderem".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала