Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

ONU se diz preocupada após ataque com sistemas Himars a prisão militar em Donetsk

© AP Photo / John MinchilloO secretário-geral da ONU, António Guterres, discursa durante a Assembleia Geral da organização, em Nova York, 23 de fevereiro de 2022
O secretário-geral da ONU, António Guterres, discursa durante a Assembleia Geral da organização, em Nova York, 23 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 29.07.2022
Nos siga noTelegram
A Organização das Nações Unidas (ONU) manifestou preocupação nesta sexta-feira (29) com o ataque à prisão de Elenovka, na República Popular de Donetsk (RPD). O centro de detenção reunia prisioneiros de guerra ucranianos.
Na manhã desta sexta-feira (29) foi registrado um bombardeio no centro penitenciário de Elenovka. Segundo a RPD e o Ministério da Defesa da Rússia, esse ataque foi realizado pelas forças ucranianas e deixou 53 mortos e 75 feridos.
Esse ataque foi lamentado por Farhan Haq, porta-voz adjunto do secretário-geral da ONU, durante coletiva.
"Não temos nenhuma informação em primeira mão, mas estamos preocupados com esse ataque", disse Haq em coletiva de imprensa.
De acordo com a Defesa Territorial da RPD, "Kiev elimina deliberadamente os combatentes ucranianos que se renderam a fim de encobrir crimes de guerra perpetrados contra civis em Donbass e, assim, forçar os outros a continuar lutando em vez de se render".
Sistema Americano de Foguetes de Artilharia de Alta Mobilidade (HIMARS) - Sputnik Brasil, 1920, 28.07.2022
Panorama internacional
Kiev ameaça atacar território russo com sistemas HIMARS
Segundo a RPD, a penitenciária, que reunia 193 combatentes ucranianos, foi alvejada pelos sistemas de lançamento múltiplo Himars.
Em comunicado, as Forças Armadas da Ucrânia negaram a autoria do ataque e acusaram os militares russos de "desacreditar" Kiev e eliminar supostas provas de crimes de guerra.

"As Forças Armadas da Ucrânia não realizaram bombardeios com mísseis e artilharia na região da cidade de Elenovka", disse o comunicado.

Ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, durante coletiva de imprensa após reunião com seu homólogo etíope, Demeke Mekonnen, em Adis Abeba, Etiópia, 27 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 29.07.2022
Panorama internacional
Lavrov diz a secretário dos EUA que entregas de armas do Ocidente à Ucrânia só prolongam conflito
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала