Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Diplomata russo: Ocidente pode estender sua estratégia de contenção a outros países independentes

© Sputnik / Vitaly BelousovPrédio do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Moscou, 2 de março de 2022
Prédio do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Moscou, 2 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 29.07.2022
Nos siga noTelegram
A comunidade internacional está atualmente testemunhando o ápice da política de contenção do Ocidente contra a Rússia, o que também pode ser aplicado a outros países que permanecem independentes em suas políticas, disse nesta sexta-feira (29) Georgy Egorov, adido de imprensa da embaixada da Rússia na China.
"O mundo vive atualmente um dos períodos mais turbulentos da sua história. Basicamente, estamos vendo o culminar de uma política de contenção de longa data contra a Rússia perseguida pelo Ocidente e destinada a enfraquecer nossa posição, impedindo-nos de quebrar o mundo unipolar, enquanto exige que todos obedecessem às 'regras' formuladas pelos países ocidentais", disse Egorov no Fórum de Mídia e Think Tank da Organização de Cooperação de Xangai (OCX).
Ele observou que "aqueles que discordam deste estado de coisas" estão sujeitos a sanções e todos os tipos de boicotes.
"É óbvio que nossos oponentes não se limitarão à Rússia. Depois de nós, pode ser a vez daqueles países que mantêm sua soberania e independência na tomada de decisões, [que] se opõem às sanções unilaterais ilegítimas adotadas fora do quadro do Conselho se Segurança da ONU", observou diplomata.
Egorov também ressaltou que o Ocidente recorre regularmente à desinformação para pressionar os países que não estão dispostos a servir os interesses dos Estados Unidos.
Joe Biden, presidente dos EUA (centro à esquerda), e Mohammed bin Salman Al Saud, príncipe herdeiro saudita (centro à direita), em um hotel de Jeddah, Arábia Saudita, 16 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 23.07.2022
Panorama internacional
Foreign Policy compara resultados das viagens de Putin e Biden ao Oriente Médio
O diplomata lembrou que o Ministério das Relações Exteriores da Rússia tem trabalhado consistentemente há anos para desmascarar a desinformação. Desde 2017, o ministério tem mantido uma coluna "anti-fake" em seu site, onde são regularmente publicados exemplos de publicações falsas e suas consequentes refutações.
Egorov notou que é essencial continuar apoiando plataformas digitais independentes como um contrapeso às plataformas ocidentais, como Google e Twitter, já que seu viés político tem se tornado cada vez mais evidente.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала