Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Em ligação com Biden, Xi cita Taiwan e alerta que 'aqueles que brincam com fogo só se queimam'

© AP Photo / Alex Brandon, Eraldo PeresEsta imagem combinada mostra o presidente dos EUA, Joe Biden, em Washington, 6 de novembro de 2021, e o presidente da China, Xi Jinping, em Brasília, Brasil, 13 de novembro de 2019
Esta imagem combinada mostra o presidente dos EUA, Joe Biden, em Washington, 6 de novembro de 2021, e o presidente da China, Xi Jinping, em Brasília, Brasil, 13 de novembro de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 28.07.2022
Nos siga noTelegram
O líder chinês também lembrou seu colega estadunidense sobre o "princípio de Uma só China" e enfatizou que Pequim se opõe firmemente à independência de Taiwan e à interferência de forças externas.
Joe Biden e Xi Jinping realizaram nesta quinta-feira (28) sua quinta ligação como líderes dos Estados Unidos e da China, respectivamente.
De acordo com a mídia estatal chinesa CCTV citada pela Reuters, o presidente chinês alertou Biden sobre "brincar com fogo" à medida que a relação Taipé-Washington se aproxima, principalmente com a possível ida da presidente da Câmara dos Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, à ilha.

"Aqueles que brincam com fogo só se queimam. Nós nos opomos fortemente ao separatismo e à 'independência de Taiwan', bem como à interferência de forças externas. [Nós] esperamos que o lado dos EUA possa ver isso claramente", afirmou Xi citado pela agência.

Entretanto, a mídia chinesa disse que a conversa telefônica – a qual durou duas horas segundo a Casa Branca – foi sincera, cândida e eles concordaram em manter contato.
A Casa Branca também reiterou que sua política de "Uma só China" não mudou apesar das especulações sobre a possível viagem de Pelosi, movimento que Biden ainda não confirmou.
A última vez que um orador da Câmara norte-americana visitou Taiwan foi em 1997 e, como um ramo de governo co-igual, o Executivo dos EUA tem pouco controle sobre as viagens do Congresso.
Uma pessoa informada sobre o planejamento da ligação disse que o governo Biden acha que o envolvimento de líder a líder é a melhor maneira de diminuir as tensões sobre a ilha, segundo a Reuters.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала