Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Rússia não está isolada internacionalmente, diz analista

© Sputnik / Serviço de imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia / Abrir o banco de imagensMinistro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov (à esquerda), e o presidente ugandense, Yoweri Museveni, em reuinão em Uganda, 26 de julho de 2022
Ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov (à esquerda), e o presidente ugandense, Yoweri Museveni, em reuinão em Uganda, 26 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 26.07.2022
Nos siga noTelegram
As declarações do Departamento de Estado norte-americano sobre o isolamento da Rússia são apenas aquilo que os Estados Unidos desejariam, mas não têm nada a ver com o estado real das coisas, disse à Sputnik o antigo vice-secretário-geral da ONU, Sergei Ordzhonikidze.

"A declaração [do Departamento de Estado] demonstra, provavelmente, o que eles gostariam de ver nos assuntos internacionais. Trata-se da sua visão. Eu diria que se trata de uma visão míope em relação aos assuntos mundiais, já que a conjuntura real mostra que não há nenhum isolamento. As relações com o Ocidente têm de fato piorado de forma significativa, mas o Ocidente sempre se esquece de que ele não é o mundo inteiro, ele está longe de representar todo o mundo. Há também os países da América Latina, Ásia e África", salientou Ordzhonikidze.

O analista acrescentou que, tendo em conta os contatos internacionais que a Rússia tem mantido, incluindo a reunião do líder russo com as autoridades do Irã e Turquia, junto com as visitas do ministro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, à Ásia e África, os países asiáticos e africanos "não consideram de todo a Rússia como um Estado pária".
Bandeiras da Rússia e da União Europeia - Sputnik Brasil, 1920, 26.07.2022
Panorama internacional
União Europeia esgotou suas capacidades de impor sanções contra Rússia, diz Le Monde

"Pelo contrário, seguem mantendo o mesmo caráter das relações que antes. Além disso, manifestam o seu interesse em aprofundar a cooperação econômico-comercial. Isso foi dito abertamente no Egito, bem como em outros países africanos. A cooperação econômico-comercial é uma coisa mutuamente vantajosa. Acho que é esse o caminho que a Rússia vai seguir", concluiu o especialista.

Anteriormente, o representante oficial do Departamento de Estado norte-americano, Ned Price, após o início do périplo africano do chefe da diplomacia russa, Sergei Lavrov, declarou que a Rússia está se tornando um país "pária".
Em 24 de julho, Lavrov iniciou a visita a diversos países africanos com as negociações no Egito. No dia seguinte, visitou a República do Congo, e até 28 de julho planeja visitar a Etiópia e Uganda. No final de junho, o secretário de Imprensa do Pentágono, John Kirby, afirmou que a visita do presidente russo Vladimir Putin ao Irã "demonstra o grau de isolamento do senhor Putin e da Rússia". O porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, chamou as palavras de Kirby de "avaliação completamente incorreta".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала