Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Nasrallah: todos os alvos terrestres e marítimos de Israel estão ao alcance dos mísseis do Hezbollah

© AFP 2022 / Ibrahim AmroUm apoiador do grupo xiita Hezbollah circula com um falso lançador de foguetes na capital libanesa Beirute, em 15 de maio de 2022
Um apoiador do grupo xiita Hezbollah circula com um falso lançador de foguetes na capital libanesa Beirute, em 15 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 26.07.2022
Nos siga noTelegram
Em meio a disputas marítimas e de gás entre o Líbano e Israel, o líder do Hezbollah, Hassan Nasrallah, em discurso no canal de TV Al Mayadeen na segunda-feira (25), alertou Tel Aviv sobre o potencial bélico do grupo ante as negociações em curso.
Nasrallah também reiterou um aviso feito há duas semanas contra a extração de gás do campo de gás Karish antes que o Líbano "mantenha seus direitos" no local, alegando que tal passo provocaria uma resposta, segundo o The Times of Israel.
"Todos os alvos terrestres e marítimos de Israel estão ao alcance dos mísseis do Hezbollah", afirmou.
Na semana passada, o primeiro-ministro israelense, Yair Lapid, sobrevoou o campo em uma aparente demonstração da soberania de Tel Aviv sobre o local.
De acordo com a mídia, o enviado de energia dos EUA, Amos Hochstein, visitou a região no mês passado e conseguiu convencer Beirute a desistir de uma reivindicação anterior de uma enorme zona marítima que incluía Karish, a qual o Estado judeu busca desenvolver enquanto tenta se posicionar como fornecedor de gás natural para a Europa.
Um soldado israelense fecha os portões da fronteira de Rosh Hanikra entre Israel e Líbano no norte de Israel, quarta-feira, 14 de outubro de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 19.07.2022
Panorama internacional
Hezbollah exige devolução de túnel ferroviário na fronteira Líbano-Israel e dificulta negociações
Sobre essa ação, o líder do Hezbollah disse que "os americanos distraíram o Líbano" com suas negociações, ao mesmo tempo que "pressionaram" Beirute a concordar com as exigências de Israel em relação à fronteira marítima.
"O Estado libanês é incapaz de tomar a decisão certa que protegeria o Líbano e suas riquezas, portanto a resistência deve tomar esta decisão", acrescentou.
Por fim, ele esclareceu que os problemas entre Beirute e Tel Aviv não são apenas em relação a Karish, mas sobre "todos os campos de petróleo e gás saqueados por Israel nas águas da Palestina".
Em relação à ajuda iraniana ao grupo libanês, Nasrallah alegou que Teerã não estava pedindo nada em troca de seu apoio, que para a República Islâmica "apoiar seus amigos e aliados não significa, de forma alguma, que os controla", disse o líder segundo a mídia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала