Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Confiança do consumidor americano cai mais do que esperado em julho

© AP Photo / Nam Y. HuhConsumidores americanos fazem compras em uma loja de varejo em Niles, Illinois, em 19 de fevereiro de 2022.
Consumidores americanos fazem compras em uma loja de varejo em Niles, Illinois, em 19 de fevereiro de 2022.  - Sputnik Brasil, 1920, 26.07.2022
Nos siga noTelegram
Índice caiu para 95,7 em julho, frente aos 98,4 registrados em junho. Queda reflete a alta na inflação e o temor de recessão no país.
O índice de confiança do consumidor americano caiu de 98,4, registrados em junho, para 95,7 este mês. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (26), pelo Conference Board. A queda é maior do que a esperada por analistas, que projetavam um índice de 97,8 para julho.
O índice é divulgado um dia após a gigante do varejo Walmart anunciar a redução em sua projeção de lucro estimada para o ano fiscal, que encerra em janeiro de 2023. Segundo noticiado, a gigante estimou uma queda entre 11% e 13% nos lucros para o período.
A empresa apontou como fatores que levaram à redução o aumento da inflação e o preço dos combustíveis, que levaram os consumidores a frear as compras. Com isso, os estoques das redes de varejo ficaram lotados.
O presidente norte-americano, Joe Biden, fala com repórteres ao chegar à Casa Branca, Washington, EUA, 16 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 18.07.2022
Panorama internacional
Gestão econômica de Biden gera insatisfação em 79% dos norte-americanos, diz pesquisa
Após o anúncio, as ações do Walmart caíram cerca de 9%, derrubando também as ações de rivais do varejo, como a Target e a Amazon.
A situação das redes varejistas dos Estados Unidos reflete a iminente recessão que ronda a economia do país, e ameaça levar o Partido Democrata a uma derrota nas eleições legislativas de novembro.
Entre os fatores que levaram a economia dos Estados Unidos ao risco de recessão estão o aumento dos gastos públicos durante a pandemia e as sanções aplicadas contra a Rússia, que afetaram o setor de energia e impactaram no preço da commodities, tornando os alimentos mais caros para os consumidores.
Joe Biden, presidente dos EUA, fala durante visita à empresa United Performance Metals, em Hamilton, Ohio, EUA, 6 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 08.07.2022
Panorama internacional
Caos econômico nos EUA gerado por Biden pode levar Trump de volta ao poder, diz especialista
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала