- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Com Venezuela em pauta, Brasil reúne ministros da Defesa de 34 países das Américas

© AP Photo / Eraldo PeresAtuais comandantes militares do Brasil: comandante da Marinha, Almir Garnier (E), comandante do Exército, general Paulo Sergio Nogueira, e o comandante da Força Aérea, brigadeiro Carlos de Almeida Baptista Jr. (D), durante a cerimônia de apresentação na sede do Ministério da Defesa em Brasília, Brasil, quarta-feira, 31 de março de 2021
Atuais comandantes militares do Brasil: comandante da Marinha, Almir Garnier (E), comandante do Exército, general Paulo Sergio Nogueira, e o comandante da Força Aérea, brigadeiro Carlos de Almeida Baptista Jr. (D), durante a cerimônia de apresentação na sede do Ministério da Defesa em Brasília, Brasil, quarta-feira, 31 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 26.07.2022
Nos siga noTelegram
O Brasil sedia nesta semana, entre 25 e 29 de julho, a 15º Conferência de Ministros da Defesa das Américas (CMDA).
O CMDA é um fórum que reúne os países do continente para debater o setor de defesa e segurança. Sua cerimônia de abertura ocorre nesta terça-feira (26), em Brasília, com a presença do ministro da Defesa brasileira, o general Paulo Sérgio Nogueira.
O Brasil, anfitrião do evento, propôs uma discussão sobre o papel das Forças Armadas frente aos fluxos migratórios. O Exército brasileiro coordena a Operação Acolhida, que recebe refugiados venezuelanos em Roraima.
Na programação, está prevista a apresentação dos resultados das discussões dos Grupos de Trabalho (GTs) realizados no decorrer deste biênio: ciberdefesa e ciberespaço; mulher, paz e segurança; e cooperação em assistência humanitária e socorro em casos de desastre.
Ao término do fórum, no dia 28 de julho, será assinada a Declaração de Brasília pelos ministros da Defesa dos Estados-membros da CMDA, documento com a agenda para o biênio 2023/2024.
Andrés Manuel López Obrador toma posse como presidente do México, 1º de dezembro de 2018 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 18.05.2022
Panorama internacional
México pede aos EUA o fim da OEA e a criação de uma nova organização para as Américas
Neste ano, será assinada, ao final do evento, uma declaração para reafirmar o compromisso dos países com a Carta da OEA (Organização dos Estados Americanos) sobre princípios democráticos.
Vale lembrar, entretanto, que a OEA vem enfrentando fortes críticas nos últimos anos, em especial após o golpe de Estado que derrubou Evo Morales, em 2019, na Bolívia.
A embaixada russa em Washington apontou, no mês de maio, que a organização, devido à ação dos EUA, deixou de ser uma plataforma regional universal no Hemisfério Ocidental.
A OEA foi acusada ao longo de sua história por diferentes atores políticos de defender a prevalência dos interesses de Washington sobre as soberanias dos países que a compõem.
O secretário de Defesa dos EUA, Lloyd Austin, na Polônia, em 18 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 22.07.2022
Panorama internacional
Secretário de Defesa dos EUA viaja ao Brasil para afirmar papel dos militares na democracia
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала