Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Astrônomos divulgam IMAGEM dos anéis de Júpiter e explicam por que são diferentes dos de Saturno

© Foto / Pixabay / HphotostudioJúpiter (imagem referencial)
Júpiter (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 25.07.2022
Nos siga noTelegram
Cientistas descobriram porque Júpiter, que tem características bastante parecidas com as de Saturno, não possui um extenso sistema de anéis visíveis.
Ao contrário do que se pode pensar, Júpiter tem anéis, mas são finos, tênues e frágeis, visíveis apenas quando iluminados pelo Sol.
De acordo com uma nova pesquisa divulgada pela Science Alert, os anéis de Júpiter não têm brilho porque o grupo de luas galileanas de Júpiter impede que discos de rocha e poeira se acumulem da maneira como fazem em torno de Saturno.
"Há muito me tem incomodado por que Júpiter não tem anéis ainda mais incríveis que envergonhariam Saturno", disse o astrofísico da Universidade da Califórnia Riverside Stephen Kane, que completou dizendo que, "se Júpiter os tivesse, eles pareceriam ainda mais brilhantes para nós, porque o planeta está muito mais perto do que Saturno".
© Foto / NASA/ESA/CSA/STScI/Judy SchmidtUm dos anéis tênues de Júpiter pode ser visto nesta imagem infravermelha
Um dos anéis tênues de Júpiter pode ser visto nesta imagem infravermelha - Sputnik Brasil, 1920, 25.07.2022
Um dos anéis tênues de Júpiter pode ser visto nesta imagem infravermelha
Kane e seu colega, o astrofísico da Universidade da Califórnia Riverside Zhexing Li, conduziram uma série de simulações que levaram em conta o movimento orbital de Júpiter e os movimentos de suas quatro maiores luas, também conhecidas como luas galileanas: Ganimedes (que é maior que Mercúrio e a maior lua do Sistema Solar), Calisto, Io e Europa.
"Planetas massivos formam luas massivas, o que os impede de ter anéis substanciais", explicou Kane. "Descobrimos que as luas galileanas de Júpiter, uma das quais é a maior lua do nosso Sistema Solar, destruiriam muito rapidamente quaisquer grandes anéis que pudessem se formar."
Os anéis atualmente frágeis de Júpiter são feitos principalmente de poeira ejetada por algumas de suas luas, já os de Saturno são feitos principalmente de gelo e, de acordo com os cientistas, talvez fragmentos de cometas ou asteroides, ou uma lua gelada que se partiu devido à gravidade de Saturno ou colidiu de forma que o material ejetado acabou formando anéis.
Planeta Júpiter, capturado pelo Telescópio Espacial James Webb da NASA (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 18.07.2022
Sociedade e cotidiano
NASA revela FOTOS deslumbrantes de Júpiter capturadas pelo James Webb
Embora Saturno seja um planeta conhecido por seus anéis, os anéis em torno dos planetas são bastante comuns, mesmo aqui no Sistema Solar. Além de Júpiter, Netuno e Urano também têm anéis de poeira finos e tênues. Mesmo Marte pode ter tido anéis ocasionalmente em algum momento.
Mas esses adornos celestes não estão restritos aos planetas. Um pequeno corpo com cerca de 230 quilômetros de diâmetro, chamado Chariklo, que orbita entre Júpiter e Urano, também tem anéis. O mesmo acontece com o planeta anão Haumea, que está no cinturão de Kuiper com Plutão. Simulações sugerem que anéis em torno de corpos gelados não são incomuns, devido a interações gravitacionais que levantam gelo da superfície desses corpos para formar um anel orbital em torno dele.
"Para nós, astrônomos, eles [os anéis] são os respingos de sangue nas paredes de uma cena de crime", disse Kane. "Quando olhamos para os anéis de planetas gigantes, eles são evidência de que algo catastrófico aconteceu para colocar esse material lá."
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала