Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Líder de novo partido na Grécia: 'a Rússia tem razão', OTAN está destruindo a Europa

© AFP 2022 / Louisa GouliamakiManifestantes protestam a OTAN e o apelo à aliança de aumentar seus gastos militares em Atenas, Grécia, 29 de junho de 2022
Manifestantes protestam a OTAN e o apelo à aliança de aumentar seus gastos militares em Atenas, Grécia, 29 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 24.07.2022
Nos siga noTelegram
Um ex-ministro grego criou um novo partido, cujo cartaz chama a OTAN de culpada do conflito na Ucrânia, e instou os gregos a seguir uma política multilateral, incluindo a normalização das relações com a Rússia.
A Rússia tem razão, a OTAN e os EUA devem sair da Ucrânia, declarou Panagiotis Lafazanis, ex-ministro grego de Reconstrução Produtiva, Meio Ambiente e Energia (2015), mostrando o cartaz eleitoral inaugural do Partido do Movimento Democrático para a Libertação Nacional.
A faixa apresenta legendas que incluem também um grande símbolo Z, fortemente associado à operação militar especial da Rússia na Ucrânia.
O presidente da Rússia, Vladimir Putin (à esquerda), e o líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei (à direita), se cumprimentam durante encontro em Teerã, 19 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 19.07.2022
Panorama internacional
Khamenei: OTAN teria iniciado guerra pela Crimeia se não fosse a operação da Rússia na Ucrânia
Lafazanis acusou os EUA e a OTAN de "criar o inferno na Ucrânia", de tentar "destruir a Europa" e de "estropiar a Grécia e condená-la à pobreza". O político também pediu ao povo que derrubasse o "regime político vicioso, corrupto, oligárquico e escravo" e compartilhasse o cartaz on-line.
"Enviem um sinal de que os EUA e a OTAN devem ser derrotados na Ucrânia. Digam em voz alta que o domínio americano deve terminar no nosso país, na Europa e no mundo. Exijam o estabelecimento [de] uma ordem mundial pluralista, onde mesmo os pequenos Estados têm o direito de ter voz e presença", disse ele, citado no sábado (23) pelo portal Pronews.gr.
Lafazanis afirmou anteriormente que seu novo partido procura unir várias forças políticas para reconquistar a "independência da Grécia" e acabar com a chamada prática de Atenas ser usada como uma frente para outras potências ocidentais. Em vez disso, sublinhou ele, a Grécia deve normalizar as relações com todos os países, incluindo a Rússia. O político sublinhou que ele rejeita a histeria antirrussa e acredita que as sanções contra Moscou devem ser levantadas.
Desde fevereiro que os países ocidentais se viram isolados após terem imposto sanções à Rússia por sua operação militar especial na Ucrânia. A maior parte de seus aliados, inclusive no Oriente Médio, se recusou a juntar à iniciativa, com as sanções aumentando os preços globais do petróleo, os custos do gás na Europa e perturbando ainda mais as cadeias de abastecimento globais, que já estavam fortemente prejudicadas pela pandemia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала