Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Crimeia anuncia fim do bloqueio energético por parte da Ucrânia

© Sputnik / Sergei MalgavkoTorres de alta tensão na Crimeia
Torres de alta tensão na Crimeia - Sputnik Brasil, 1920, 23.07.2022
Nos siga noTelegram
A reconstrução das torres de alta tensão anteriormente detonadas na região de Kherson pôs fim ao último bloqueio organizado pelas autoridades de Kiev em relação à Crimeia, afirmou à Sputnik o assessor do chefe de governo da península, Oleg Kryuchkov.

"Graças à operação especial, ao nosso Exército e ao trabalho dos ministérios federais, a Crimeia superou os bloqueios naval, alimentar e de transportes, introduzidos pelo regime de Kiev, e agora o último – o bloqueio energético. A Crimeia recebe a água através do Canal do Norte da Crimeia que foi desbloqueado, o comércio e as ligações de transporte com as regiões de Kherson e Zaporozhie foram restauradas e o sistema energético foi reparado. Tudo está voltando ao normal", disse o funcionário do governo da Crimeia.

Na véspera, o ministro da Energia russo, Nikolai Shulginov, anunciou o lançamento de duas linhas de eletricidade unindo o sistema energético russo com o das regiões de Kherson e Zaporozhie. Agora os territórios libertados vão continuar recebendo eletricidade mesmo que estejam desconectados da rede elétrica ucraniana.
Dmitry Medvedev, vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, durante reunião em 7 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 27.06.2022
Panorama internacional
Medvedev: qualquer tentativa de atacar a Crimeia é ataque à Rússia e pode levar à 3ª Guerra Mundial
A Crimeia ficou completamente sem energia na noite de 21 para 22 de novembro de 2015. Na época, os radicais ucranianos detonaram as torres de alta tensão perto da fronteira, no território da região de Kherson. Assim, ficaram desligadas todas as quatro linhas de eletricidade que passavam pelo território ucraniano.
Com o passar do tempo, a situação melhorou parcialmente graças ao lançamento por etapas da ponte de energia a partir da região russa de Krasnodar. Depois, duas novas usinas termelétricas foram construídas. Isso fez com que a península se tornasse independente do fornecimento de energia da Ucrânia.
A Crimeia se reunificou com a Rússia em 2014, depois de um referendo ter determinado que 96% dos eleitores estavam a favor de fazer parte da Rússia. A região de Kherson e a maior parte da região de Zaporozhie são agora controladas pelos militares russos em resultado da operação militar especial russa iniciada em 24 de fevereiro, depois de as repúblicas de Donetsk e Lugansk terem solicitado a ajuda russa.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала