Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Ucrânia assina sua parte do 'acordo alimentar' com Turquia e ONU, segundo mídia

© Maksim DurnevJornalistas revelam mapa mostrando possíveis rotas de entrega de grãos através do mar Negro
Jornalistas revelam mapa mostrando possíveis rotas de entrega de grãos através do mar Negro - Sputnik Brasil, 1920, 22.07.2022
Nos siga noTelegram
A Ucrânia assinou a sua parte do "acordo de grãos" com a Turquia e as Nações Unidas, informa a mídia ucraniana Strana.ua nesta sexta-feira (22).

"A Ucrânia, a Turquia e a ONU assinaram o acordo sobre exportação de grãos", informa o veículo de imprensa.

Conforme escreve a mídia, o documento foi firmado pelo ministro da Infraestrutura da Ucrânia, Aleksandr Kubrakov, o ministro da Defesa da Turquia, Hulusi Akar, e o secretário-geral da ONU, António Guterres.
No âmbito do acordo assinado, o controle sobre os portos de Odessa, Chernomorsk e Yuzhny permanece nas mãos de Kiev, diz a mídia.
O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, chegou na sexta-feira (22) a Istambul para assinar os documentos sobre o cancelamento das restrições à exportação de mercadorias russas e sobre a facilitação da exportação de grãos ucranianos, informou o correspondente da Sputnik.
Negociações entre delegações da Turquia, Rússia e Ucrânia e representantes da Organização das Nações Unidas (ONU) na mansão Kalender, em Istambul, Turquia, 13 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 21.07.2022
Panorama internacional
Acordo de grãos da Ucrânia será assinado na sexta-feira em Istambul, afirma fonte da ONU
Segundo os diplomatas, a retirada das cargas bloqueadas nos portos ucranianos deve ser organizada através de corredores seguros por meio de um cessar-fogo no local. A Turquia, por sua vez, se compromete a inspecionar os navios para evitar a possível transportação de armas. Informa-se que em Istambul pode ser criado um centro de coordenação deste processo com participação de especialistas da ONU.
O representante oficial do MRE ucraniano, Oleg Nikolenko, declarou após o acordo ter sido anunciado: "A delegação ucraniana apoiará apenas as decisões que garantam a segurança das regiões sul da Ucrânia, posições fortes do Exército ucraniano no mar Negro, bem como exportação segura dos produtos agrícolas ucranianos para os mercados globais".
De acordo com os dados da AFP, atualmente permanecem bloqueadas na Ucrânia de 20 a 25 milhões de toneladas de grãos. Antes do início da ofensiva russa no país, a Ucrânia era o quarto maior exportador de trigo e milho do mundo.
A ONU tem alertado repetidamente para a ameaça de uma crise de alimentos devido ao déficit de grãos. O Ocidente acusou a Rússia de impedir a exportação de grãos ucranianos para o mercado global, alegação que Moscou veementemente refutou.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала