Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Justiça dos EUA condena Steve Bannon por desacato ao Congresso

© AFP 2022 / Chip SomodevillaEx-estrategista-chefe da Casa Branca, Steve Bannon, deixa o Tribunal do Distrito Federal no final do quarto dia de seu julgamento por desacato ao Congresso em 21 de julho de 2022
Ex-estrategista-chefe da Casa Branca, Steve Bannon, deixa o Tribunal do Distrito Federal no final do quarto dia de seu julgamento por desacato ao Congresso em 21 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 22.07.2022
Nos siga noTelegram
Depois da sentença anunciada, o ex-estrategista de Trump disse que "perdemos uma batalha aqui hoje. Estamos em guerra". Bannon optou por não testemunhar em sua própria defesa.
Nesta sexta-feira (22), Steve Bannon, ex-assessor de Donald Trump e figura importante da direita norte-americana, foi condenado por desacato ao Congresso por desafiar uma intimação do comitê que investiga o ataque ao Capitólio em janeiro de 2021 nos Estados Unidos.
De acordo com a Reuters, o júri – composto por oito homens e quatro mulheres – considerou Bannon culpado de duas acusações de contravenção por se recusar a fornecer testemunhos ou documentos ao comitê seleto da Câmara dos Deputados que investiga a invasão do Capitólio.
Cada desrespeito ao Congresso é punível com 30 dias a um ano de prisão, bem como uma multa de US$ 100 (R$ 549) a US$ 100.000 (R$ 549 mil). O juiz distrital norte-americano, Carl Nichols, estabeleceu uma data de sentença para 21 de outubro, segundo a mídia.
Em resposta, Bannon criticou os "membros daquele comitê de julgamento-espetáculo" que, segundo ele, "não tiveram coragem de vir aqui e testemunhar em tribunal aberto".
Bannon é banido pelo Twitter após incitar violência - Sputnik Brasil, 1920, 06.11.2020
Steve Bannon tem conta banida do Twitter por sugerir decapitações de autoridades
"Perdemos uma batalha aqui hoje. Estamos em guerra", afirmou o ex-assessor de Trump a repórteres após o veredito. Bannon optou por não testemunhar em sua própria defesa.
Depois da sentença, David Schoen, um dos advogados do republicano, prometeu que seu cliente terá "um recurso à prova de balas".
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала