- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Ciro afirma que China inseriu equipamento militar na Venezuela para mirar na Amazônia

© Folhapress / Suamy BeydounO candidato do PTB à Presidência da República, Ciro Gomes, participa do evento 'Diretrizes Prioritárias na sede da Fiesp, 21 de julho de 2022
O candidato do PTB à Presidência da República, Ciro Gomes, participa  do evento 'Diretrizes Prioritárias na sede da Fiesp, 21 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 22.07.2022
Nos siga noTelegram
"Artefatos militares" chineses estariam escondidos na Venezuela porque Pequim começou a desconfiar "das maluquices da nossa governança" e está "infeliz com a política externa brasileira".
Durante evento na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) na quinta-feira (21), o pré-candidato à presidência da República, Ciro Gomes (PDT), deu algumas declarações que surpreenderam a plateia presente ao fazer sérias acusações sobre atividades militares da China na Venezuela.
De acordo Ciro, Pequim teria Manaus, a capital do Amazonas, como alvo de seus "artefatos militares" e que esses equipamentos seriam "mais eficazes do que qualquer estrutura dissuasória de defesa brasileira", relata a revista Veja.
"[...] A China está muito infeliz com a política externa brasileira, com as coisas que o [presidente] [Jair] Bolsonaro andou fazendo. Eu leio os documentos deles. Eles estão anunciando autonomia em relação a proteínas vegetais em cinco anos. Eles fazem planos e cumprem. Estão ensinando Angola a plantar soja, estão com artefatos militares na Venezuela, aqui do lado, mais eficazes do que qualquer estrutura dissuasória de defesa brasileira com mira em Manaus, porque começaram a desconfiar das maluquices da nossa governança brasileira", afirmou o pré-candidato citado pela mídia.
Ao mesmo tempo, na visão do pedetista, Bolsonaro foi eleito no Amazonas porque "destruiu todas as estruturas de comando e controle" da região.
"Por que o Bolsonaro ganhou as eleições na Amazônia? Porque ele destruiu todas as estruturas de comando e controle na área. Acabou com o ICMBio, com a Funai, com o Ibama e desmontou o Exército, a Polícia Federal, a Marinha, ninguém pode fazer nada […]. Isto é uma imprudência, porque de verdade a humanidade está se preocupando com as mudanças climáticas, mas há protecionismo sustentando argumento ambiental para restringir as exportações brasileiras em proteínas [...]", declarou.
De acordo com a pesquisa divulgada pelo PoderData na quarta-feira (20) e citada pela IstoÉ Dinheiro, Ciro aparece em terceiro lugar com 6% das intenções de voto. Na sua frente, está o ex-presidente Lula com 43% seguido por Bolsonaro em segundo lugar com 37%.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала