Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

MRE critica novo pacote de sanções contra Rússia: 'Beco sem saída com persistência invejável'

© AP Photo / Russian Foreign Ministry Press ServiceRepresentante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, em Moscou, Rússia, 28 de abril de 2022
Representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, em Moscou, Rússia, 28 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 21.07.2022
Nos siga noTelegram
Maria Zakharova, representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, condenou nesta quinta-feira (21) o novo pacote de sanções contra autoridades e empresas russas publicado pela União Europeia (UE).
"Em 21 de julho, o Conselho da UE anunciou a expansão de medidas restritivas unilaterais ilegítimas contra a Rússia. Assim, a União Europeia continua se encaminhando para um beco sem saída com persistência invejável", disse Zakharova em comunicado.

"O Conselho da UE fez outra tentativa de se livrar da responsabilidade de provocar e exacerbar as crises globais de alimentos e energia", disse Zakharova.

A representante do MRE disse ainda que "somada à pandemia de COVID-19, a política econômica e energética míope do Ocidente é o principal motivo do aumento dos preços dos produtos agrícolas e dos hidrocarbonetos".
"A situação é agravada pelas medidas antirrussas da UE, perseguindo abertamente o objetivo de minar a atividade econômica externa de nosso país, inclusive no setor agrícola", apontou.
Produção de anéis laminados e ligas de titânio na corporação VSMPO-AVISMA, em 19 de fevereiro de 2016 - Sputnik Brasil, 1920, 21.07.2022
Panorama internacional
UE descartou sanções contra gigante russa de titânio, afirma The Wall Street Journal
A União Europeia aprovou na quarta-feira (20) o sétimo pacote de sanções contra a Rússia, que inclui proibição de compra de ouro, restrições a exportações e congelamento de ativos bancários do maior banco do país, o Sberbank.
Na nova lista de sanções estão incluídos o primeiro vice-primeiro-ministro russo, Andrei Belousov; o prefeito de Moscou, Sergei Sobyanin; os atores Sergei Bezrukov e Vladimir Mashkov; o parlamentar Adam Delimkhanov; e o enviado presidencial russo no Cáucaso do Norte, Yuri Chaika, entre outros.
Entre as organizações afetadas estão ainda a Agência Federal para a Comunidade de Estados Independentes, Comunidades Russas no estrangeiro e Cooperação Humanitária Internacional (Rossotrudnichestvo), o Movimento Nacional de Cadetes "Exército Jovem" e o Fundo Público de Diplomacia Aleksandr Gorchakov.
Válvulas de tubulação do gasoduto Gazela entre a República Tcheca e a Alemanha, utilizado para o transporte de gás russo à União Europeia (UE), 23 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 21.07.2022
Panorama internacional
Moscou explica razão das dificuldades no fornecimento de gás russo à Europa
Desde o início da operação militar especial da Rússia na Ucrânia, em 24 de fevereiro, os EUA e seus aliados iniciaram a aplicação de uma miríade de sanções contra Moscou. Entre as medidas estão restrições econômicas às reservas internacionais russas e a suas exportações de petróleo, gás, aço e ferro.
A escalada de sanções transformou a Rússia, de forma disparada, na nação mais sancionada do mundo, segundo a plataforma Castellum.ai, serviço de rastreamento de restrições econômicas no mundo.
No total, estão em vigor 11.411 medidas restritivas contra a Rússia, segundo os cálculos do site. A quantidade é mais que o triplo das 3.637 sanções impostas pelo Ocidente ao Irã. Na sequência, aparecem a Síria (2.614), a Coreia do Norte (2.111), Belarus (1.133), a Venezuela (651) e Mianmar (567).
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала