Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Investigação dos EUA sobre Huawei suspeita que chineses roubaram dados de silos de mísseis

© Foto / Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha dos EUA / Anspeçada Dillon BuckLançamento de míssil a partir do polígono de Barking Sands, no Havaí
Lançamento de míssil a partir do polígono de Barking Sands, no Havaí - Sputnik Brasil, 1920, 21.07.2022
Nos siga noTelegram
O governo de Joe Biden, presidente dos EUA, está investigando a fabricante chinesa de equipamentos de telecomunicações Huawei.
A preocupação é que as torres de celular dos EUA que contêm equipamentos chineses poderiam capturar informações confidenciais de bases militares e silos de mísseis. Fontes citadas pela Reuters disseram que a empresa poderia transmitir os dados para a China.
As autoridades estão preocupadas que a Huawei possa obter dados confidenciais sobre exercícios militares e o status de prontidão de bases e pessoal por meio dos equipamentos. A investigação é confidencial e envolve a segurança nacional.
Logotipo da empresa Huawei no Congresso Mundial Móvel em Xangai, China, 23 de fevereiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 17.02.2022
Panorama internacional
The Guardian: informante chinês do MI6 entregou documentos ao Reino Unido sobre 'ameaça' da Huawei
O Departamento de Comércio intimou a Huawei em abril de 2021 para conhecer a política da empresa de compartilhar dados com partes estrangeiras, incluindo mensagens e dados de geolocalização.
A Huawei não respondeu a um pedido de comentário. A empresa negou veementemente as alegações do governo dos EUA de que poderia espionar clientes norte-americanos e representa uma ameaça à segurança nacional.
A embaixada chinesa em Washington não respondeu às alegações específicas. Entretanto, em uma declaração por e-mail enviada à Reuters, disse que o "governo dos EUA abusa do conceito de segurança nacional e poder estatal para fazer de tudo para suprimir a Huawei e outras empresas de telecomunicações chinesas sem fornecer nenhuma prova sólida".
Logotipo da Huawei em loja de Shenzhen, China, 31 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 20.05.2022
Panorama internacional
Canadá proíbe produtos e serviços das chinesas Huawei e ZTE
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала