Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Partido Conservador britânico elege dois nomes para seguir na disputa para substituir Boris Johnson

© AP Photo / Alberto PezzaliO então primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, renuncia ao cargo, em 7 de julho de 2022
O então primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, renuncia ao cargo, em 7 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 20.07.2022
Nos siga noTelegram
O ex-ministro das Finanças Rishi Sunak disputará o posto com a chanceler britânica, Liz Truss.
O Partido Conservador britânico escolheu os dois finalistas na disputa para substituir Boris Johnson no cargo de primeiro-ministro do Reino Unido. O ex-ministro das Finanças Rishi Sunak disputará o posto com a chanceler britânica, Liz Truss.
Na eleição interna do partido, Sunak superou Truss, levando 137 votos contra 113 obtidos pela chanceler. A ministra do Comércio, Penny Mordaunt, obteve 105 votos e foi eliminada da disputa.
Segundo noticiou a Associated Press, a expectativa é que Sunak e Truss passem as próximas semanas em campanha para conquistar votos dos cerca de 180 mil membros do Partido Conservador. O nome do substituto de Boris Johnson será anunciado no dia 5 de setembro.
Primeiro-ministro britânico Boris Johnson caminha por Downing street, depois de o Partido Conservador vencer as eleições antecipadas para a Câmara dos Comuns, 13 de dezembro de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 10.07.2022
Panorama internacional
Mídia: após queda no Reino Unido, Boris Johnson cogita deixar a política de uma vez por todas
Sunak e Truss têm planos diferentes para estimular a economia britânica. Truss anunciou que, caso vença a disputa, pretende cortar impostos já em seu primeiro dia no cargo; Sunak tem uma visão mais moderada.
Boris Johnson renunciou ao cargo no dia 7, em meio a escândalos sexuais envolvendo membros de seu governo, críticas a festas dadas durante o lockdown, no auge da pandemia, e acusações de má gestão da economia. Ele permanece no cargo interinamente até que seu substituto seja escolhido.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала