Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

França anuncia envio de 6 obuseiros Caesar para a Ucrânia

© AP Photo / Jeffrey SchaefferObuseiro Caesar é exposto na feira de segurança e defesa Eurosatory, em Paris, no dia 13 de junho de 2022
Obuseiro Caesar é exposto na feira de segurança e defesa Eurosatory, em Paris, no dia 13 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 19.07.2022
Nos siga noTelegram
Um total de seis obuseiros autopropulsados ​​Caesar, que Paris prometeu a Kiev no mês passado, já estão a caminho da Ucrânia, disse a ministra das Relações Exteriores francesa, Catherine Colonna, nesta terça-feira (19).
"Seis sistemas de artilharia autopropulsada Caesar, cujo envio o presidente da República [Emmanuel Macron] anunciou em 16 de junho, estão a caminho da Ucrânia", disse Colonna durante uma reunião do Comitê de Relações Exteriores no Senado.
Durante sua visita a Kiev em 16 de junho, Macron anunciou que a França enviaria seis obuseiros Caesar de 155 mm, além das 12 unidades que Paris já havia fornecido à Ucrânia.
© AFP 2022 / ALAIN JOCARDVeículo militar Caesar em desfile militar em Paris
veículo militar Caesar no desfile militar no Paris - Sputnik Brasil, 1920, 19.07.2022
Veículo militar Caesar em desfile militar em Paris
Em 24 de fevereiro, a Rússia lançou uma operação militar na Ucrânia depois que as repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) pediram ajuda para se defenderem das forças ucranianas.
O Ministério da Defesa da Rússia informou que a população civil não está em perigo e que as Forças Armadas do país miram apenas a infraestrutura militar ucraniana.
Em resposta, os Estados Unidos e seus aliados lançaram sanções abrangentes contra a Rússia e aumentaram a assistência militar à Ucrânia, enviando também armas letais. Moscou tem alertado repetidamente seus pares ocidentais contra a provocação de uma guerra maior.
Militares dos EUA perto de um lançador múltiplo de foguetes M142 HIMARS (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 16.07.2022
Panorama internacional
Pentágono afirma não rastrear armas fornecidas à Ucrânia
O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, disse que quaisquer remessas para a Ucrânia contendo armas letais podem ser tratadas como um alvo legítimo.
Dmitry Peskov, porta-voz de Vladimir Putin, presidente da Rússia, ecoou essas declarações, acrescentando que o fluxo contínuo de armas ocidentais dirigidas à Ucrânia está dificultando o processo de negociação.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала