- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Após 2 meses da visita de Musk ao Brasil nenhuma parceria foi fechada, diz governo

© AFP 2022 / Kenny OliveiraPresidente Jair Bolsonaro (E), seu ministro da Comunicação Fabio Faria (D) e CEO, e o engenheiro-chefe da SpaceX, Elon Musk, no evento Conecta Amazônia em Porto Feliz, SP, Brasil em 20 de maio de 2022
Presidente Jair Bolsonaro (E), seu ministro da Comunicação Fabio Faria (D) e CEO, e o engenheiro-chefe da SpaceX, Elon Musk, no evento Conecta Amazônia em Porto Feliz, SP, Brasil em 20 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 19.07.2022
Nos siga noTelegram
Quando Musk chegou ao Brasil, Bolsonaro foi até uma cidade do interior de São Paulo para encontrá-lo, indo na contramão do protocolo de praxe, em que o visitante, por deferência, é quem vai até o presidente.
No dia 20 de maio, em um hotel luxuoso na cidade de Porto Feliz, no interior de São Paulo, o presidente, Jair Bolsonaro (PL), encontrou com o bilionário Elon Musk em um em um evento que custou mais que custou mais de R$ 90 mil aos cofres públicos.
No encontro, foram firmadas diversas parecerias entre o governo e o empresário, como projetos para levar Internet a escolas na zona rural do país e para monitorar a Amazônia. Entretanto, dois meses depois, nenhuma iniciativa saiu do papel.
De acordo com o G1, a informação consta nas respostas do governo a três ofícios com questionamentos de deputados federais encaminhados ao Palácio do Planalto.
À mídia, o Ministério das Comunicações disse que, se algum acordo vier a ser firmado, será de "forma legal e transparente", seguindo a legislação sobre licitações e contratos administrativos.
Na ocasião, sem dar detalhes, como prazo e custos, Bolsonaro disse que havia o "início de um namoro" ao anunciar um possível acordo com a Starlink, companhia de sistema de satélites da SpaceX, de Musk, para monitorar a Amazônia.
No entanto, a negociação é criticada porque o Brasil já tem mecanismos tecnológicos para fazer tal monitoramento. Desde 1988, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia, processa os dados da floresta via satélite. De acordo com a mídia, uma análise de especialistas apontou que o problema é a falta de fiscalização de órgãos responsáveis.
Em janeiro, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) concedeu à Starlink o direito de operar no Brasil satélites não-geoestacionários de baixa órbita.
Base de Alcântara, no Maranhão - Sputnik Brasil, 1920, 21.05.2022
Notícias do Brasil
FAB teve encontro com Elon Musk sobre uso da base de Alcântara
No evento realizado com Bolsonaro e ministros, o bilionário anunciou o programa "Conecta Amazônia", que incluiria o uso de satélites para levar Internet e monitoramento do desmatamento na região.

Em nota, o ministério chefiado por Fabio Faria disse que que o encontro com Musk tratou de parcerias para projetos de conectividade na Amazônia por meio da Starlink, ressaltando que ela já possui autorização para atuar no território nacional.
Nesta foto de arquivo tirada em 01 de dezembro de 2020, o proprietário da SpaceX e CEO da Tesla, Elon Musk, posa ao chegar no tapete vermelho para a cerimônia do Axel Springer Awards, em Berlim - Sputnik Brasil, 1920, 20.05.2022
Notícias do Brasil
#BolsoMusk: chance de Jair Bolsonaro e Elon Musk se reunirem hoje no Brasil está parando a web
Segundo a pasta, a empresa se comprometeu a colocar em campo cerca de 42 mil satélites de baixa órbita, com potencial de ampliação da preservação florestal, mas ainda nada aconteceu.
O ministério ainda destacou que, no encontro, "foram apresentadas ao empresário novas possibilidades de investimento no setor, dentro da região Amazônica", mas que o processo de parceria, caso seja firmado, será realizado de "forma legal e transparente, conforme prevê a Lei 8.666 [que estabelece normas gerais sobre licitações e contratos administrativos]".
Procurada pela reportagem do G1, a Starlink não respondeu aos e-mails encaminhados. Pelo site, a empresa mostra que, no Brasil, o serviço é oferecido no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná e em partes do Mato Grosso do Sul, do Rio de Janeiro e de Minas Gerais.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала