Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Após conversa com Bolsonaro, Zelensky pede mais adesão a sanções contra Rússia

© AP Photo / Efrem LukatskyPresidente da Ucrânia, Vladimir Zelensky, durante coletiva de imprensa com o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, em Kiev, 20 de abril de 2022
Presidente da Ucrânia, Vladimir Zelensky, durante coletiva de imprensa com o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, em Kiev, 20 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 18.07.2022
Nos siga noTelegram
Presidente da Ucrânia falou por telefone com Bolsonaro nesta segunda-feira (18). Na conversa, Zelensky acusou a Rússia de provocar uma crise global de fome.
O presidente da Ucrânia, Vladimir Zelensky, afirmou ter conversado por telefone com o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, na manhã desta segunda-feira (18).
Em suas redes sociais, Zelensky disse que informou Bolsonaro sobre a situação na Ucrânia, discutiu a importância de retomar as exportações de grãos e alertou para o risco de uma crise global de fome que, segundo ele, seria provocada pela Rússia. "Convoco todos os parceiros a aderir às sanções contra o agressor", escreveu Zelensky.
Tive uma conversa com o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Informei sobre a situação no front. Discuti a importância de retomar as exportações de grãos para prevenir uma crise global de fome provocada pela Rússia. Convoco todos os parceiros a aderir às sanções contra o agressor.
O secretário-geral da ONU, António Guterres, discursa durante a Assembleia Geral da organização, em Nova York, 23 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 13.07.2022
Panorama internacional
Guterres diz que negociações sobre exportação de grãos ucranianos avançou: 'Passo crucial adiante'
A conversa entre os dois chefes de Estado foi anunciada por Bolsonaro no último dia 11. No domingo (17), em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Bolsonaro disse que pretendia dar sua visão a Zelensky sobre o conflito entre Rússia e Ucrânia.
"Eu pretendo falar para ele o que eu acho, se ele perguntar para mim alguma coisa, de onde podemos colaborar, eu vou dar a minha opinião, só vou dar se ele pedir", disse Bolsonaro.
Bolsonaro destacou que não pretendia divulgar o conteúdo da conversa desta segunda-feira, que ele afirmou ser segredo de Estado. Até o momento, o presidente brasileiro ainda não se manifestou sobre a conversa.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала