Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Zelensky explica razão de ter demitido funcionários do 1º escalão da inteligência do país

© AP PhotoO presidente ucraniano, Vladimir Zelensky, participa de uma reunião com comandantes militares durante visita a Nikolaev
O presidente ucraniano, Vladimir Zelensky, participa de uma reunião com comandantes militares durante visita a Nikolaev - Sputnik Brasil, 1920, 17.07.2022
Nos siga noTelegram
O presidente ucraniano, Vladimir Zelensky, demitiu a procuradora-geral da Ucrânia, Irina Venediktova, e o chefe da principal agência de segurança do país, Ivan Bakanov, alegando "traição" desenfreada em ambos os serviços.
O anúncio foi feito neste domingo (17). Zelensky afirmou que um grande número de funcionários do Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU, na sigla em ucraniano), que Bakanov chefiava desde 2019, estavam trabalhando com a Rússia.

"Até hoje [17], cerca de 651 casos criminais foram registrados por alta traição e atividades de colaboração de funcionários do Ministério Público, órgãos de investigação pré-julgamento e outras agências de aplicação da lei", afirmou Zelensky ao anunciar a decisão.

Citando um alto número de casos de traição entre a polícia e o serviço de inteligência, ele explicou que, em meio ao conflito em curso com a Rússia, "mais de 60 funcionários das agências de aplicação da lei e da SBU" permaneceram no "território ocupado" e agora estão trabalhando contra a Ucrânia.
O presidente ucraniano, Vladimir Zelensky, aparece em vídeo enquanto discursa de forma remota para parlamentares da Coreia do Sul, em Seul, 11 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 07.07.2022
Panorama internacional
Na CNN, Zelensky admite que assistência dos EUA não é suficiente para derrotar a Rússia
Bakanov, que assumiu o cargo de chefe da SBU logo após a vitória presidencial de Zelensky, em 2019, foi removido sob o artigo 47 do Estatuto Disciplinar dos militares ucranianos. O artigo refere-se especificamente a uma falha grave nos deveres oficiais "que causou perda de vidas ou outras consequências graves".
Essa não foi a primeira vez que Ivan Bakanov entrou em atrito com o presidente ucraniano. Em junho, o portal Politico relatou que o chefe de Estado da Ucrânia estava "altamente insatisfeito" com o trabalho de Bakanov.
Embora o sucessor de Bakanov ainda não tenha sido nomeado, Venediktova, que atuava como procuradora-geral desde março de 2020, foi substituída por Oleksiy Symonenko.
Zelensky demitiu vários funcionários recentemente, incluindo cinco embaixadores na semana passada e o embaixador na Alemanha, Andriy Melnyk.
Placa no prédio do Serviço de Segurança da Ucrânia em Kiev - Sputnik Brasil, 1920, 24.06.2022
Panorama internacional
Zelensky intenta demitir chefe da inteligência ucraniana 'após falhas de segurança', relata mídia
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала