Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Finlândia pode sofrer com falta de energia no inverno por sanções à Rússia, alerta mídia

© Sputnik / Aleksei Vitvitsky / Abrir o banco de imagensVálvulas de tubulação do gasoduto Gazela entre a República Tcheca e a Alemanha, utilizado para o transporte de gás russo à União Europeia (UE), em 23 de novembro de 2021 (foto de arquivo)
Válvulas de tubulação do gasoduto Gazela entre a República Tcheca e a Alemanha, utilizado para o transporte de gás russo à União Europeia (UE), em 23 de novembro de 2021 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 17.07.2022
Nos siga noTelegram
A Finlândia pode enfrentar quedas de energia por até duas horas por dia já neste inverno, informou a emissora pública de televisão YLE, neste domingo (17). O país nórdico aderiu às sanções ocidentais contra recursos russos, como petróleo e gás, e agora busca outras fontes de energia.

"Se houver falta de energia elétrica, o consumo pode ser reduzido em no máximo duas horas. As interrupções planejadas com antecedência serão alternadas", disse a emissora, citando a previsão da operadora de rede elétrica do país, Fingrid.

Segundo a mídia, a medida estaria prevista para ser tomada somente em situações de emergência.
Com as restrições a recursos russos, a Finlândia passou a depender em grande parte da inauguração da nova e terceira unidade da usina nuclear de Olkiluoto, para poder sustentar o consumo de energia do país no inverno. O início das operações da nova estação vem sendo adiado e agora está previsto para dezembro.
O ministro da Economia finlandês, Mika Lintila, que visitou a usina nuclear nesta semana, afirmou estar confiante em um desfecho positivo.
"Informações encorajadoras sobre Olkiluoto. Olkiluoto-3 vai operar a plena capacidade de 1600 MW em setembro, e este mês já está 60% do máximo. Produção importante tanto em termos de preço de energia como em termos de previsibilidade da situação", - Lintilya escreveu nas redes sociais depois de visitar a usina nuclear.
© AP Photo / Antti Aimo-KoivistoA Usina Nuclear de Olkiluoto, na Finlândia
A Usina Nuclear de Olkiluoto, na Finlândia - Sputnik Brasil, 1920, 17.07.2022
A Usina Nuclear de Olkiluoto, na Finlândia. Foto de arquivo
O mercado finlandês é deficiente em energia em cerca de 15% a 20%. Atualmente, o déficit está sendo coberto pela Suécia. Espera-se que com a terceira unidade da usina, o país se torne independente energeticamente.
A Usina Nuclear de Olkiluoto está localizada na costa do Golfo de Bótnia, no mar Báltico, na ilha de Olkiluoto, a oeste do país. Os dois reatores já em operação produzem 16% do consumo de energia da Finlândia.
Há ainda no país a usina nuclear Loviisa, que possui reatores soviéticos VVER-440/213. Em 2020, a estação gerou mais de 10% de toda a eletricidade na Finlândia.
Desde o início da operação militar especial russa na Ucrânia, no dia 24 de fevereiro, os EUA e seus aliados iniciaram a aplicação de sanções contra Moscou. Entre as medidas estão restrições econômicas às reservas internacionais russas e a suas exportações de gás, petróleo, aço e ferro.
O chanceler alemão, Olaf Scholz, participa de reunião semanal de gabinete em Berlim, Alemanha, 6 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 13.07.2022
Panorama internacional
É improvável que a Alemanha atinja meta de redução da dependência de gás russo, diz agência
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала