Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Príncipe saudita lembra Biden da tortura dos EUA no Iraque

© AP Photo / Saudi Press AgencyIn this photo released by Saudi Press Agency, SPA, Saudi Crown Prince, Mohammed bin Salman addresses the Future Investment Initiative conference, in Riyadh, Saudi Arabia, Wednesday, Oct. 24, 2018
In this photo released by Saudi Press Agency, SPA, Saudi Crown Prince, Mohammed bin Salman addresses the Future Investment Initiative conference, in Riyadh, Saudi Arabia, Wednesday, Oct. 24, 2018 - Sputnik Brasil, 1920, 16.07.2022
Nos siga noTelegram
Durante a visita de Joe Biden ao Oriente Médio, o príncipe herdeiro saudita, de acordo com a mídia, teria lembrado o presidente dos EUA do histórico de "erros" de Washington no Oriente Médio.
Conversando sobre o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi com o presidente Joe Biden, o príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman disse que os EUA também cometeram "erros" no Iraque e no Afeganistão.
De acordo com a Reuters, citando uma declaração feita por um alto funcionário saudita, embora a Arábia Saudita tenha admitido seus "erros" cometidos no caso Khashoggi, foram tomadas "todas as medidas para evitar erros semelhantes no futuro", disse o príncipe herdeiro.
Mohammed bin Salman também tentou minimizar o significado do assassinato do jornalista, que foi morto e posteriormente desmembrado no consulado saudita na Turquia em 2018.
Ele "apontou o dedo" para o histórico questionável de abusos de direitos humanos cometidos pelos EUA durante suas ocupações no Oriente Médio.
O presidente norte-americano, Joe Biden (à esquerda), cumprimenta o príncipe saudita Mohammed bin Salman (à direita), após chegar a Jeddah, na Arábia Saudita - Sputnik Brasil, 1920, 15.07.2022
Panorama internacional
Na Arábia Saudita, Biden assina 18 acordos com Riad, incluindo o setor de energia
Mohammed bin Salman também mencionou o recente assassinato da jornalista palestino-americana Shireen Abu Akleh, morta durante um ataque israelense na Cisjordânia.
"No mesmo ano, incidentes lamentáveis ​​semelhantes ocorreram e outros jornalistas foram mortos em outras partes do mundo", disse o príncipe herdeiro.
"Os Estados Unidos também cometeram vários erros, como o incidente da prisão de Abu Ghraib no Iraque e outros", comentou.
O príncipe herdeiro ainda criticou o desejo dos EUA de "impor valores" a outros países. Segundo ele, "não é exatamente uma boa ideia".
"No entanto, tentar impor esses valores pela força pode ter o efeito oposto, como aconteceu no Iraque e no Afeganistão, onde os EUA não tiveram sucesso", afirmou.
Comboio militar dos EUA durante exercícios militares com as Forças Democráticas da Síria (SDF, na sigla em inglês) na província síria de Deir ez-Zor, 8 de dezembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 16.07.2022
Panorama internacional
EUA levam para o Iraque petróleo da Síria em 40 caminhões, informa mídia
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала