Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Chanceler alemão diz que aumento no uso de combustíveis fósseis é temporário

© Sputnik / Sergei Guneev / Abrir o banco de imagensO chanceler alemão, Olaf Scholz, durante coletiva de imprensa após encontro com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, em Moscou, 15 de fevereiro de 2022
O chanceler alemão, Olaf Scholz, durante coletiva de imprensa após encontro com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, em Moscou, 15 de fevereiro de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 16.07.2022
Nos siga noTelegram
Olaf Scholz lamentou a reativação de usinas movidas a óleo e a carvão na Alemanha e disse que o país segue comprometido em conter as mudanças climáticas.
O chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, afirmou que a decisão de seu país de reativar usinas movidas a carvão e a óleo é temporária, e que a Alemanha continua comprometida com "fazer de tudo" para conter as mudanças climáticas. A declaração foi dada neste sábado (16), em um vídeo publicado pelo chanceler nas redes sociais.
Segundo noticiado, a Alemanha reativou as usinas para conter os cortes energia gerados pela queda no fornecimento do gás russo, que é um reflexo das sanções aplicadas contra a Rússia pelos EUA e alguns países europeus.
Chanceler alemão, Olaf Scholz, após a reunião governamental no castelo Meseberg, Alemanha, 4 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 15.07.2022
Panorama internacional
Olaf Scholz arrisca perder chancelaria alemã se não ceder a Putin, opina The Telegraph
No vídeo, Scholz lamentou a decisão de acionar 16 usinas movidas a combustíveis fósseis que estavam inativas, bem como estender a permissão para acionar outras 11 usinas.

"O fato de que, por causa do brutal ataque da Rússia à Ucrânia, nos termos de usar temporariamente usinas que já havíamos desativado é amargo. Mas é apenas por um curto período", disse o chanceler.

Scholz insistiu que a Alemanha segue comprometida em cessar suas emissões de carbono até 2045, e mencionou um pacote de medidas recentemente aprovado pelo Parlamento, que visa elevar o uso de fontes renováveis de energia.
A Alemanha vem tomando várias medidas para poupar energia. Algumas cidades do país deixaram de iluminar seus edifícios históricos à noite e reduziram a iluminação pública. A aproximação do inverno europeu torna mais crítico o cenário de racionamento.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала