Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Artilharia da Ucrânia bombardeou mercado central em Donetsk para acusar forças russas

© Foto / Arquivo Pessoal / Rodolfo Cunha CordeiroO combatente brasileiro da República Popular de Donetsk (RPD) Rodolfo Cunha Cordeiro manuseia armamento em uma trincheira
O combatente brasileiro da República Popular de Donetsk (RPD) Rodolfo Cunha Cordeiro manuseia armamento em uma trincheira - Sputnik Brasil, 1920, 15.07.2022
Nos siga noTelegram
Ação visava incutir sentimentos antirrussos entre a população civil, segundo o diretor do Centro Nacional de Gerenciamento de Defesa da Rússia.
A artilharia da Ucrânia disparou contra o mercado central da cidade de Slavyansk, na República Popular de Donetsk (RPD), para acusar as Forças Armadas russas de ataques indiscriminados. A informação foi dada nesta sexta-feira (15) pelo coronel-general Mikhail Mizintsev, diretor do Centro Nacional de Gerenciamento de Defesa da Rússia.
"Foi constatado, por meio de fontes confiáveis, que em Slavyansk, na República Popular de Donetsk, a fim de incutir sentimentos antirrussos entre a população civil, unidades das Forças Armadas ucranianas, com aprovação da administração local, bombardearam áreas residenciais no entorno do mercado central", disse Mizintsev.
Ele acrescentou que, alguns minutos após o bombardeio, repórteres da mídia ucraniana estavam trabalhando no local, fazendo fotos e vídeos das consequências dos ataques supostamente indiscriminados das tropas russas contra civis.
Medicamentos (imagem ilustrativa) - Sputnik Brasil, 1920, 13.07.2022
Panorama internacional
MD russo: autoridades de Carcóvia roubam medicamentos de ajuda humanitária e os revendem na Internet
O general destacou que, no curso da operação especial, as Forças Armadas da Rússia prestam assistência e apoio abrangentes aos civis, tratam a população civil de forma exclusivamente humana e não atacam instalações de infraestrutura civil.
Ataques contra a população civil têm sido uma arma usada por nacionalistas ucranianos. Na semana passada, um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) concluiu que forças ucranianas fizeram idosos residentes de um asilo localizado na vila de Stara Krasnyanka de escudo humano.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала