Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Presidente da Itália não aceita renúncia do primeiro-ministro, Mario Draghi

© AP Photo / Lukas BarthPrimeiro-ministro da Itália, Mario Draghi discursa no primeiro dia da reunião de líderes do G7
Primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi discursa no primeiro dia da reunião de líderes do G7 - Sputnik Brasil, 1920, 14.07.2022
Nos siga noTelegram
Primeiro-ministro italiano disse que renunciaria ao cargo ainda nesta quinta-feira (14).
O presidente da Itália, Sergio Mattarella, informou que não aceitará a renúncia do primeiro-ministro italiano, Mario Draghi. A informação foi dada pela assessoria do Palácio do Quirinal, a residência oficial do presidente.
"O presidente da República não aceitou a demissão e convidou o primeiro-ministro a vir ao Parlamento [...] para fazer um balanço da situação ocorrida na sequência da reunião de hoje no Senado", diz o comunicado oficial.
De esquerda para a direita: a premiê da Suécia, Magdalena Andersson, o premiê da Hungria, Viktor Orbán, o premiê da Dinamarca, Mark Rutte, o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, o premiê da Itália, Mario Draghi, o premiê de Luxemburgo, Xavier Bettel, e o premiê da Dinamarca, Mette Frederiksen, durante cúpula da UE em Paris, 10 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 14.06.2022
Panorama internacional
Apelos da Itália e Hungria podem aliviar sanções contra Rússia, diz Reuters
Mais cedo, Draghi anunciou que renunciaria ao cargo de primeiro-ministro ainda nesta quinta-feira (14), após o maior partido da coalizão de seu governo, o Movimento Cinco Estrelas, se recusar a participar de um voto de confiança no governo. A votação estava atrelada à aprovação de um decreto com medidas de apoio econômico à população.
Draghi venceu o voto de confiança por 172 votos a 39. Mas a recusa do Movimento Cinco Estrelas em participar jogou incerteza sobre a estabilidade da coalizão do governo.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала