Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Ministério da Defesa da Ucrânia diz que dados sobre perdas militares do país são 'segredo de Estado'

© AP Photo / Yevgeny MaloletkaSoldados ucranianos patrulham o centro de assistência humanitária em Avdeevka, Ucrânia
Soldados ucranianos patrulham o centro de assistência humanitária em Avdeevka, Ucrânia - Sputnik Brasil, 1920, 14.07.2022
Nos siga noTelegram
A vice-ministra da Defesa da Ucrânia, Hanna Maliar, disse que as informações sobre baixas nas Forças Armadas da Ucrânia permanecerão confidenciais, pois são um "segredo de Estado".
As declarações foram dadas nesta quinta-feira (14).

"O número de mortos é um segredo de Estado durante a lei marcial. É baseado na utilidade militar e no fato de que o inimigo não deve conhecer esse número e usá-lo para seus próprios planos", disse Maliar à imprensa.

Em 1º de junho, o presidente ucraniano, Vladimir Zelensky, disse que diariamente a Ucrânia perde até 100 soldados mortos e 500 feridos.
Em 9 de junho, o ministro da Defesa ucraniano, Aleksei Reznikov, confirmou que as forças ucranianas tinham cerca de 100 baixas diárias.
Soldado ucraniano no centro de detenção temporária para prisioneiros de guerra em Carcóvia  - Sputnik Brasil, 1920, 14.06.2022
Panorama internacional
MD russo: cresce número de fuzilamentos de soldados ucranianos pelos próprios nacionalistas
Desde o início da operação militar especial da Rússia na Ucrânia, até 10 mil soldados ucranianos morreram, de acordo com dados fornecidos por Aleksei Arestovych, conselheiro de Segurança Nacional do presidente ucraniano.
O número do governo ucraniano, entretanto, é controverso.
Especialistas ocidentais e russos estimaram que as perdas ucranianas estão em cerca de 70 mil a 200 mil soldados.
Blindado russo em Nikolaev, na região de Donetsk - Sputnik Brasil, 1920, 22.06.2022
Panorama internacional
Ataque russo elimina até 500 soldados e equipamentos militares da Ucrânia
Em 24 de fevereiro, a Rússia iniciou sua operação militar na Ucrânia, respondendo aos pedidos de ajuda das repúblicas populares de Donetsk (RPD) e Lugansk (RPL) após a intensificação dos ataques de tropas ucranianas.
O Ministério da Defesa russo disse que a operação tem como alvo apenas a infraestrutura militar ucraniana e que a população civil não está em perigo.
A Rússia acusou as tropas ucranianas de fazer pessoas de escudo humano e atacar civis com armas fornecidas pelo Ocidente.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала