Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Declarações de Liz Truss sobre 'derrota da Rússia' demonstram suas ambições doentias, diz MRE russo

© AP Photo / Alberto PezzaliMinistra das Relações Exteriores do Reino Unido, Liz Truss, em 2021
Ministra das Relações Exteriores do Reino Unido, Liz Truss, em 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 14.07.2022
Nos siga noTelegram
A representante oficial do Ministério das Relações Exteriores russo, Maria Zakharova, afirmou que as declarações de Liz Truss sobre os planos de "garantir a derrota da Rússia" na Ucrânia demonstram suas ambições doentias e agressão extrema.
Durante uma coletiva de imprensa, Maria Zakharova foi instada a comentar o artigo de Liz Truss, a atual ministra das Relações Exteriores britânica, que está disputando o cargo de chefe de governo do país, em que ela indica como um dos seus objetivos principais, caso seja eleita para o cargo, garantir a "derrota da Rússia" na Ucrânia.
"Tais declarações demonstram a sua agressão extrema e ambições doentias", salientou a representante oficial do MRE russo.
Ela lembrou a situação no próprio Reino Unido nas esferas econômica, financeira e socioeconômica, bem como na área de segurança, que continua piorando. Zakharova afirma que [os políticos britânicos] "recorrem a essa retórica agressiva antirussa para evitar explicar aos seus eleitores o que deu errado e por que eles [políticos] têm tomado decisões que afetam as vidas dos britânicos de forma negativa".
Bandeira britânica em 24 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 13.07.2022
Notícias do Brasil
Reino Unido: 2 candidatos são eliminados e 6 avançam à 2ª rodada da eleição para primeiro-ministro
Seis candidatos concorrem à segunda rodada da eleição para o cargo de primeiro-ministro, ao terem ganho mais de 30 votos: o ex-ministro das Finanças Rishi Sunak, a vice-ministra do Comércio Penny Mordaunt, a chefe da diplomacia Liz Truss, o legislador Tom Tugendhat, a ex-vice-minista para Assuntos da Mulher e Igualdade, Kemi Badenok, e a procuradora-geral da Inglaterra e País de Gales, Suella Braverman.
Serão realizadas novas rodadas para escolher os dois principais candidatos. Após isso, o vencedor será eleito entre dois finalistas por todos os membros do Partido Conservador, que hoje em dia integra cerca de 200 mil pessoas. A votação será realizada por correio.
Boris Johnson, que substitui Theresa May como primeiro-ministro britânico em 2019, em 7 de julho anunciou a sua renúncia ao cargo de primeiro-ministro e líder do Partido Conservador. Vai seguir desempenhando as suas funções até que o novo chefe do Gabinete seja nomeado.
Ministra das Relações Exteriores britânica, Liz Truss, durante as negociações com seu homólogo russo, Sergei Lavrov, no MRE da Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 11.07.2022
Panorama internacional
Site da campanha eleitoral de Liz Truss foi registrado 1 mês antes da renúncia de Johnson
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала