- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Bolsonaro diz que apresentará a Zelensky 'solução' para conflito entre Ucrânia e Rússia

© Foto / Alan Santos / Palácio do Planalto / CCBY 2.0Cerimônia Oficial de chegada da Excelentíssima Senhora Katalin Novák, Presidente da Hungria, 13 de julho de 2022
Cerimônia Oficial de chegada da Excelentíssima Senhora Katalin Novák, Presidente da Hungria, 13 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 14.07.2022
Nos siga noTelegram
Ligação entre presidentes brasileiro e ucrianiano acontecerá no dia 18 de julho. Bolsonaro não entrou em detalhes sobre qual "solução" seria, mas citou durante declaração conflito entre Argentina e Reino Unido nas Malvinas.
Nesta quinta-feira (14), o presidente, Jair Bolsonaro, disse que durante o telefonema que ocorrerá entre ele e o presidente da Ucrânia, Vladimir Zelensky, na próxima segunda-feira (18) vai apresentar a "solução" para o conflito entre Kiev e Moscou.
"Vou dar minha opinião a ele o que eu acho. A solução para o caso [conflito ucraniano]. Eu sei como seria a solução do caso. Mas não vou adiantar. A solução do caso […] como acabou a guerra da Argentina com o Reino Unido em 1982? É por aí. A gente lamenta. A verdade são coisas que dói, machuca, mas você tem que entender. Foi ele que buscou conversa conosco. E eu disse de imediato que conversaria com ele, sim. Ele tem um país grande para administrar. Tudo que foi acordado com o presidente Putin está sendo cumprido. Da minha parte e da parte dele. Vou conversar bastante com ele [Zelensky]. É uma liderança e vou dar minha opinião para ele. Essa [operação] guerra tem causado transtorno não só para o Brasil. Brasil menos. É muito mais para a Europa", afirmou o mandatário em entrevista para CNN Brasil.
O conflito entre Rússia e Ucrânia começou no dia 24 de fevereiro e já dura mais de quatro meses. Ainda no mês citado, Bolsonaro chegou a apostar que a crise chegaria ao fim "rapidamente", em questões de dias, conforme relembrou O Globo.
Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos França, durante conferência de imprensa conjunta com seu homólogo russo, Sergei Lavrov, em Moscou - Sputnik Brasil, 1920, 06.07.2022
Notícias do Brasil
Brasil defende multilateralismo e independência do Ocidente ao apoiar Rússia no G20, diz analista
Oficialmente, o Brasil apoiou na Organização das Nações Unidas (ONU) resoluções que criticavam a operação russa. Entretanto, Bolsonaro sempre disse que a posição do país era de "neutralidade". Além disso, chegou a fazer elogios ao presidente, Vladimir Putin, e críticas a Zelensky.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала