Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Embaixada da Coreia do Norte em Moscou: reconhecemos independência das repúblicas de Donbass

© Sputnik / Sergei BaturinDenis Pushilin, líder da República Popular de Donetsk, durante cerimônia em Mariupol, foto publicada em 30 de junho de 2022
Denis Pushilin, líder da República Popular de Donetsk, durante cerimônia em Mariupol, foto publicada em 30 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 13.07.2022
Nos siga noTelegram
Denis Pushilin, líder da República Popular de Donetsk, anunciou o reconhecimento dela pela Coreia do Norte, a qual também confirmou ter reconhecido a independência da República Popular de Lugansk.
A Coreia do Norte reconheceu a República Popular de Donetsk (RPD), uma medida que será fundamental para o desenvolvimento das relações bilaterais, disse na quarta-feira (13) Denis Pushilin, líder da RPD, no seu canal no Telegram.

"A República Popular Democrática da Coreia [RPDC] reconheceu hoje a República Popular de Donetsk. O status internacional da República Popular de Donetsk e sua condição de Estado continuam sendo reforçados. Esta é mais uma vitória para nossa diplomacia", anunciou ele.

Segundo afirmou, a decisão "formará a base para a continuação do desenvolvimento das relações também na esfera econômica", e aumentará o alcance do comércio para as empresas.
"Somos gratos ao povo da RPDC pelo apoio tão forte aos moradores de Donbass", sublinhou Pushilin, e expressou esperança de uma cooperação ativa e frutífera.
Em Damasco, o presidente da Síria, Bashar Assad, participa de um encontro com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, em 7 de janeiro de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 30.06.2022
Panorama internacional
Kiev rompe relações diplomáticas com Síria por causa do reconhecimento de Donetsk e Lugansk
A embaixada da Coreia do Norte em Moscou confirmou as informações.
"Confirmamos", disse a missão diplomática, acrescentando que a nota relevante já foi entregue à embaixada russa em Pyongyang.
A República Popular de Donetsk se formou em 7 de abril de 2014 após o golpe de Estado pró-ocidental em Kiev, Ucrânia, e lutou por anos contra as forças ucranianas, o mesmo acontecendo com a República Popular de Lugansk (RPL), que proclamou a independência da Ucrânia em 27 de abril desse ano.
Em 22 de fevereiro de 2022, Vladimir Putin, presidente da Rússia, reconheceu a RPD e a RPL, com a república não reconhecida da Ossétia do Sul, a Síria e agora a Coreia do Norte fazendo o mesmo posteriormente.
Desde 24 de fevereiro que a Rússia conduz uma operação militar especial na Ucrânia, com o objetivo da "desmilitarização" e "desnazificação" da Ucrânia. Moscou sublinhou que Kiev virou uma "anti-Rússia", praticou "genocídio" contra a população russófona na região de Donbass, e poderia atacar o território russo no futuro, como a Crimeia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала