Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Economia dos EUA enfrenta dificuldades para evitar recessão, diz FMI

© AP Photo / Susan WalshPresidente dos EUA, Joe Biden, em 29 de abril de 2022
Presidente dos EUA, Joe Biden, em 29 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 12.07.2022
Nos siga noTelegram
Nesta terça-feira (12), a mesa diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou que a economia norte-americana enfrenta dificuldades adicionais para tentar calibrar suas respostas para conter a inflação e evitar uma recessão no país.
Conforme comunicado publicado pelo FMI, os membros da mesa diretora da organização alertaram que eventuais erros da adoção de políticas econômicas nos Estados Unidos resultarão em "custos consideráveis" no cenário doméstico e possíveis efeitos colaterais sobre a economia global.

"Eles [membros da mesa diretora] concordaram que evitar a recessão nos EUA está se tornando cada vez mais desafiador e que a invasão russa da Ucrânia, a persistente pandemia de COVID-19 e as restrições de oferta criam desafios adicionais", diz o documento.

Apesar dos alertas, o FMI elogiou a resiliência do sistema financeiro e os esforços do Federal Reserve (Fed), o banco central dos EUA, para manter o funcionamento dos mercados financeiros. Os diretores do órgão recomendaram que mais ações sejam tomadas para manter esse caminho.
Para o FMI, o governo dos EUA deve retirar barreiras comerciais e aumentos de tarifas introduzidos nos últimos cinco anos. O órgão também afirmou que Washington deve trabalhar ativamente com parceiros comerciais para fortalecer o sistema multilateral de comércio baseado em regras, centrado na Organização Mundial do Comércio (OMC).
© AP Photo / Andrew HarnikO logotipo do FMI em sua sede, em Washington, nos Estados Unidos
A logo do Fundo Monetário Internacional (FMI) em sua sede, Washington, nos Estados Unidos - Sputnik Brasil, 1920, 12.07.2022
O logotipo do FMI em sua sede, em Washington, nos Estados Unidos
O FMI alertou que, apesar da recuperação rápida após as primeiras ondas da pandemia e dos efeitos relativamente positivos da política de estímulos, a economia dos EUA continua enfrentando desafios inflacionários significativos causados pelos preços da energia e por interrupções nas cadeias de oferta.
Os EUA enfrentam a pior taxa de inflação das últimas décadas e têm elevado sua taxa básica de juros na tentativa de conter o aumento dos preços. A medida tem gerado especulações de que o país pode enfrentar uma recessão em breve, o que deve causar efeitos negativos também na economia global.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала