Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Ministro das Finanças da Ucrânia relata falta de prontidão de países da UE em apoiar Kiev com € 9 bi

© Kenzo TribouillardBandeiras da União Europeia e da Ucrânia fora da sede do Conselho Europeu em Bruxelas, Bélgica, 16 de maio de 2022
Bandeiras da União Europeia e da Ucrânia fora da sede do Conselho Europeu em Bruxelas, Bélgica, 16 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 11.07.2022
Nos siga noTelegram
O bloco não consegue chegar a consenso sobre a aprovação do pacote de ajuda à Ucrânia avaliado em € 9 bilhões (R$ 48 bilhões). A Europa está cansada do conflito, afirmou o ministro das Finanças ucraniano, Sergei Marchenko.

"Claro que recebemos armas e apoio militar, mas não é suficiente [...]. É um sinal claro de que a União Europeia e o mundo se cansaram um pouco da Ucrânia. Entendo que estão sofrendo com os preços do gás e petróleo", afirmou Marchenko, em uma entrevista ao jornal italiano Corriere dela Sera.

Às vésperas, a edição, referindo-se a suas fontes em Kiev e Bruxelas, escreveu que a Alemanha estava adiando a aprovação do pacote de ajuda à Ucrânia no valor de 9 bilhões de euros (48 bilhões de reais), ao se manifestar contra o fato de a Europa pretender financiá-lo por conta da dívida comum europeia.

"A União Europeia aprovou a ajuda financeira no valor de 9 bilhões de euros, mas o que estamos vendo agora? Talvez, só um bilhão neste mês. Depois pode seguir uma pausa: não há consenso entre os governos da UE", afirmou o ministro das Finanças ucraniano.

Soldados ucranianos instalam minas antitanque na floresta, Ucrânia, 14 de junho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 10.07.2022
Panorama internacional
EUA e aliados são incapazes de manter nível atual de ajuda militar à Ucrânia, afirma New York Times
"Certos governos não estão prontos para apoiar a Ucrânia com tal quantia", disse Marchenko ao responder à pergunta se a Alemanha estava bloqueando a aprovação do pacote de ajuda a Kiev. O ministro ucraniano supõe que nos primeiros meses da operação militar russa a Europa "era unida", mas "agora testemunhamos diferentes visões sobre as formas de apoiar a Ucrânia".
Segundo Sergei Marchenko, a Ucrânia precisa de cinco bilhões de euros (27 bilhões de reais), e em julho o país espera receber mais de quatro bilhões de euros, mas neste processo tudo "depende da burocracia europeia".
"Nossos parceiros esperam que nós mostremos detalhadamente como gastamos o dinheiro deles. Não se pode ser gasto para fins militares, apenas em programas sociais e humanitários", disse Marchenko.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала