Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Mídia: mundo inteiro vai pagar pelas limitações do preço de petróleo russo propostas pelo Ocidente

© Sputnik / Maksim Bogodvid / Abrir o banco de imagensExtração de petróleo no Tatarstão (foto de arquivo)
Extração de petróleo no Tatarstão (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 11.07.2022
Nos siga noTelegram
A limitação do preço do petróleo russo discutida pelo Ocidente vai perturbar ainda mais a cadeia global de fornecimento de fontes de energia e provocará extrema volatilidade em seu preço, levando a uma inflação global mais alta e a uma recuperação econômica mais lenta, escreve Lin Boqiang para o jornal Huanqiu Shibao.
Para Lin Boqiang, que é reitor do Instituto de Pesquisa em Política Energética da China, o objetivo do Ocidente é tentar atingir as receitas energéticas da Rússia com o menor custo para si.
"No entanto, o efeito das restrições do preço pode não ser tão positivo quanto o esperado pelos EUA", ponderou Boqiang.
O acadêmico observa que não deve ser excluído que, em resposta, Moscou possa reduzir a produção de petróleo. De acordo com a empresa de serviços financeiros norte-americana JPMorgan Chase, Rússia pode reduzir a produção de petróleo em cinco milhões de barris por dia sem prejudicar seriamente sua própria economia.

"Como resultado, não apenas os EUA e a Europa terão que lidar com um possível aumento nos preços de petróleo, mas uma escalada de guerra energética entre a Rússia e o Ocidente pode levar a mudanças drásticas na estrutura do fornecimento global de energia", adverte o reitor.

Além disso, o aumento dos preços do petróleo em tal cenário agravaria inevitavelmente a situação da economia mundial, que já está pressionada pela enorme inflação.
Base de extração de petróleo na Rússia - Sputnik Brasil, 1920, 07.07.2022
Notícias do Brasil
Brasil não apoiará ideia de limitar preço do petróleo russo, confirma Itamaraty
"Este teto de preços vai perturbar ainda mais a cadeia global de fornecimento de energia e provocará extrema volatilidade dos futuros preços da energia", adverte o especialista chinês.
Por fim, Boqiang afirma que será difícil para a Europa encontrar a curto prazo alternativas ao petróleo russo. Anteriormente, informou-se que Washington e parceiros pretendem reduzir o preço máximo do petróleo vendido pela Rússia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала