Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Embaixador russo: critérios da Rússia para uso de armas nucleares não se aplicam na Ucrânia

© Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia / Abrir o banco de imagensLançamento de míssil balístico Bulava a partir do submarino nuclear russo Yuri Dolgoruky, no mar Branco, em direção ao polígono de Kura (foto de arquivo)
Lançamento de míssil balístico Bulava a partir do submarino nuclear russo Yuri Dolgoruky, no mar Branco, em direção ao polígono de Kura (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 11.07.2022
Nos siga noTelegram
Critérios para um possível uso de armas nucleares pela Rússia não podem aplicar-se aos eventos na Ucrânia, afirmou o embaixador russo em Copenhague, Vladimir Barbin, em entrevista à emissora dinamarquesa TV2.
A resposta do diplomata à questão sobre a possibilidade de aplicação de armas nucelares por Moscou, caso a Ucrânia tente retomar os territórios perdidos após o início da operação russa, foi publicada no site da missão diplomática russa.
"Os critérios doutrinais para um potencial uso de armas nucleares pela Rússia não podem de maneira nenhuma ser aplicados aos eventos na Ucrânia", diz a mensagem.
O diplomata qualificou de erro da Rússia "a crença de que a Ucrânia estaria interessada na resolução mais rápida através de negociações". Conforme relembra o funcionário, Kiev saiu do processo negocial em abril, "incentivada pelo Ocidente".

O erro da Dinamarca, ressalta Barbin, são as ilusões sobre a possibilidade de uma vitória militar ucraniana e as "entregas de armas, bem como o encorajamento de Kiev para continuar os combates em vez de apelos para restabelecer a paz à mesa de negociações".

Conforme as Bases da Política Estatal da Rússia no Campo da Dissuasão Nuclear, aprovadas em junho de 2020, a Rússia se reserva o direito de aplicar armamento nuclear em resposta ao uso contra ela de armas nucleares ou outro armamento de destruição em massa, bem como em caso de agressão contra a Rússia com uso de armas convencionais colocando em perigo a própria existência do Estado.
Além disso, entre as condições que determinam o uso potencial de armas nucleares pela Federação da Rússia estão: dados verificados sobre o lançamento de mísseis balísticos contra o território russo e/ou de seus aliados; ações de um adversário contra as instalações militares ou estatais de importância crítica, cuja inutilização levaria à falha das ações de resposta das forças nucleares.
Submarino russo Belgorod, lançado à água em 23 de abril de 2019 ano - Sputnik Brasil, 1920, 08.07.2022
Marinha da Rússia recebe 1º submarino portador de drones subaquáticos nucleares Poseidon
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала