Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Autoridades de Kherson acusaram Zelensky de 'lucrar com a guerra'

© AP Photo / Escritório Presidencial da UcrâniaVladimir Zelensky, presidente ucraniano, vai a reunião com Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes dos EUA (fora da foto), em Kiev, Ucrânia, 1º de maio de 2022
Vladimir Zelensky, presidente ucraniano, vai a reunião com Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes dos EUA (fora da foto), em Kiev, Ucrânia, 1º de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 11.07.2022
Nos siga noTelegram
As autoridades ucranianas em funções, lideradas por Vladimir Zelensky, "lucram com a guerra", afirmou o vice-chefe da administração cívica-militar local Kirill Stremousov.

"Ao longo de oito anos a elite política ucraniana tem lucrado com o sangue e a guerra em Donbass, com as autoridades atuais fazendo o mesmo", disse Stremousov.

Segundo o vice-chefe da administração, na frente de combate não há nenhum político ucraniano conhecido ou algum de seus filhos.

"Estão morrendo os filhos comuns do povo ucraniano, que não têm culpa alguma, mas que são obrigados a cumprir certas condições e regras do jogo do Ocidente coletivo, que encobre o neofascismo", salientou Kirill Stremousov.

Durante a operação militar especial, os militares russos tomaram o controle da região de Carcóvia e de uma parte da região de Zaporozhie, no sul da Ucrânia. Nessas regiões foram formadas administrações cívico-militares, o rublo entrou em circulação, começou a transmissão dos canais de televisão e estações de rádio russos. As regiões anunciaram seus planos de se tornarem parte da Federação da Rússia.
O presidente ucraniano, Vladimir Zelensky, aparece em vídeo enquanto discursa de forma remota para parlamentares da Coreia do Sul, em Seul, 11 de abril de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 07.07.2022
Panorama internacional
Na CNN, Zelensky admite que assistência dos EUA não é suficiente para derrotar a Rússia
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала