Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Blocos de construção da vida são encontrados próximos do centro da Via Láctea

© Foto / Francesco de Gasperin, SARAOUm zoom na maior das duas ondas de choque, onde a estrutura filamentosa complexa é evidente. A maioria das galáxias visíveis não faz parte do aglomerado, estando no fundo ou na frente dele. Pode-se ver o tamanho da Via Láctea se estivesse à mesma distância da onda de choque
Um zoom na maior das duas ondas de choque, onde a estrutura filamentosa complexa é evidente. A maioria das galáxias visíveis não faz parte do aglomerado, estando no fundo ou na frente dele. Pode-se ver o tamanho da Via Láctea se estivesse à mesma distância da onda de choque - Sputnik Brasil, 1920, 10.07.2022
Nos siga noTelegram
Uma equipe internacional de pesquisadores mostrou que uma ampla gama de nitrilas ocorre no espaço interestelar da nuvem molecular G+0.693-0.027, próximo do centro da Via Láctea.
De acordo com o estudo, publicado na revista Frontiers in Astronomy and Space Sciences, os especialistas mostraram que a química ocorrida no espaço interestelar é capaz de criar de forma eficiente múltiplas nitrilas, que são os principais precursores moleculares do cenário "Mundo de RNA". Nele o RNA poderia ter tido um papel metabólico e genético na origem da vida.
Desta forma, a descoberta sugere que as nitrilas e outros blocos de construção da vida não precisam necessariamente ter surgido na própria Terra, podendo ter se originado no espaço e "pegado uma carona" dentro de meteoritos e cometas durante bombardeio pesado, entre 4,1 bilhões e 3,8 bilhões de anos atrás.
Quasar Teacup – denominado assim por ter uma forma incomum – junto com o buraco negro supermassivo SDSS 1430 + 1339 - Sputnik Brasil, 1920, 07.07.2022
Sociedade e cotidiano
Descobrem na Via Láctea estela mais rápida da galáxia com velocidade de 29 milhões de km/h
Já a origem destas moléculas provavelmente são as nuvens moleculares, que são regiões densas e frias do meio interestelar adequadas para a formação de moléculas complexas.
"O conteúdo químico da G+0.693-0.027 é semelhante ao de outras regiões de formação de estrelas em nossa galáxia, e também ao de objetos do Sistema Solar como cometas [...] podendo nos fornecer informações importantes sobre os ingredientes químicos disponíveis na nebulosa que originou o nosso sistema planetário", explicou Víctor M. Rivilla, pesquisador do Centro de Astrobiologia do Conselho Superior de Pesquisa Científica (CSIC, na sigla em espanhol) da Espanha e do Instituto Nacional de Tecnologia Aeroespacial (INTA) em Madri.
Este cenário aponta que a vida na Terra foi originariamente baseada apenas em RNA, e o DNA e as enzimas proteicas evoluíram posteriormente.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала