Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Primeiro-ministro do Sri Lanka promete renunciar após multidão invadir palácio presidencial (VÍDEOS)

© AP Photo / Thilina KaluthotageManifestantes no entorno do escritório presidencial do governo do Sri Lanka, durante protestos, em 9 de julho de 2022, em Colombo, no Sri Lanka
Manifestantes no entorno do escritório presidencial do governo do Sri Lanka, durante protestos, em 9 de julho de 2022, em Colombo, no Sri Lanka - Sputnik Brasil, 1920, 09.07.2022
Nos siga noTelegram
O primeiro-ministro do Sri Lanka, Ranil Wickremesinghe, disse que está pronto para deixar o cargo e dar lugar a um "governo de todos os partidos", relata a agência de notícias do país Newswire, neste sábado (9), citando o gabinete da autoridade.
Mais cedo neste sábado (9), milhares de pessoas invadiram o palácio oficial do presidente do país, Gotabaya Rajapaksa, e outros prédios do governo, em Colombo. O país atravessa uma crise econômica, com escassez de combustíveis, e convive com protestos há alguns meses.

"O primeiro-ministro Ranil Wickremesinghe disse aos líderes do partido que está pronto para deixar o cargo de primeiro-ministro e abrir caminho para um governo de todos os partidos. Ele diz que está tomando essa decisão devido ao fato de que a distribuição de combustível em toda a ilha deve ser retomada nesta semana", disse o gabinete em nota oficial, conforme a agência Newswire.

Os manifestantes, porém, pedem a renúncia também do presidente. Segundo fontes do Ministério da Defesa, Rajapaksa já não estava na residência oficial desde sexta-feira (8), por motivos de segurança. De acordo com a mídia local, ele pode ter deixado o Sri Lanka de avião.
Militares e policiais tentaram impedir a invasão dos edifícios, mas não conseguiram, e os manifestantes arrombaram os portões dos prédios do governo. Além da residência presidencial, eles entraram na secretaria presidencial e no Ministério das Finanças, segundo a mídia local.
URGENTE: Manifestantes do Sri Lanka invadiram o palácio presidencial.
Sri Lanka… a insurreição se completa com um mergulho na piscina presidencial.
Autoridades médicas cingalesas informaram que ao menos 40 pessoas ficaram feridas como resultado dos protestos, incluindo dois policiais.
O Sri Lanka vive uma das piores crises econômicas após sua independência, em 1948. Atualmente, a dívida externa do país está estimada em US$ 51 bilhões (R$ 268 bilhões).
Desde a pandemia de coronavírus, com impactos no setor de turismo, importante fonte de receitas, o governo do Sri Lanka foi perdendo a capacidade de importar combustíveis.
Além disso, há escassez de alimentos, medicamentos e gás, entre outras necessidades básicas. Muitas regiões do país têm enfrentado ainda constantes quedas de energia.
Homem grita slogans contra o governo durante protesto perto da residência privada presidencial, nos arredores de Colombo, Sri Lanka, 31 de março de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 06.07.2022
Panorama internacional
Muito longe da Ucrânia, Sri Lanka está no epicentro da crise global
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала