Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Ocidente caiu na 'armadilha tripla' da Rússia, diz mídia

© Sputnik / Aleksei LebedevMuralhas do Kremlin junto ao rio Moscou em Moscou, Rússia, foto publicada em 22 de maio de 2022
Muralhas do Kremlin junto ao rio Moscou em Moscou, Rússia, foto publicada em 22 de maio de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 09.07.2022
Nos siga noTelegram
A Rússia possui três trunfos importantes que lhe permitem gerir a interação política com o Ocidente no contexto da crise na Ucrânia, escreve o colunista alemão Ulrich Reitz em um artigo na revista Focus.
"A Rússia tem três alavancas que a colocam em uma posição estrategicamente vantajosa. Elas são: os parceiros, o gás e as negociações de paz. Mesmo que alguém não goste, [a verdade é que] o Ocidente caiu em uma armadilha tripla", opina o autor.
Reitz ressaltou que a tentativa dos países ocidentais de isolar diplomaticamente a Rússia fracassou.
Ele citou a recente reunião de ministros das Relações Exteriores das nações do G20, onde muitos países evitaram criticar Moscou por causa da situação na Ucrânia.

O autor também observa que o Ocidente foi incapaz de isolar economicamente a Rússia, já que ele próprio é extremamente dependente dos recursos energéticos russos.

O colunista refere os receios do Governo alemão de que a suspensão da operação do gasoduto Nord Stream (Corrente do Norte) para manutenção possa ser prolongada por um período indeterminado.
Por fim, o colunista aponta para a prontidão de Moscou em conduzir negociações sobre a Ucrânia, algo que o presidente russo Vladimir Putin tem referido várias vezes. Desta forma, ele envia um importante sinal para aqueles que defendem o cancelamento das sanções na Europa, porque, como disse o líder russo, quanto mais o conflito durar, mais difícil será negociar.
Presidente russo Vladimir Putin durante reunião com ministros em formato virtual, 8 de julho de 2022 - Sputnik Brasil, 1920, 08.07.2022
Panorama internacional
Putin: restrições das sanções contra Rússia implicam grandes perdas para quem as impõe
Anteriormente, a empresa estatal russa Gazprom limitou o envio de combustível através do gasoduto Nord Stream (Corrente do Norte) devido à recusa do Canadá de fazer chegar à Rússia as turbinas construídas pela empresa alemã Siemens. Os representantes da corporação notaram que as turbinas não poderão ser enviadas de volta por causa das sanções antirrussas impostas por Ottawa.
Além disso, de 11 a 21 de julho, o Nord Stream vai suspender seu funcionamento para trabalhos de manutenção planejados.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала